Inicio » Internacional » Europa » Terrorismo na França – Suspeitos fazem reféns, e tiroteio deixa vítimas no Nordeste da França

Terrorismo na França – Suspeitos fazem reféns, e tiroteio deixa vítimas no Nordeste da França


Reviewed by:
Rating:
5
On 9 de janeiro de 2015
Last modified:9 de janeiro de 2015

Summary:

Terrorismo na França - Suspeitos fazem reféns, e tiroteio deixa vítimas no Nordeste da França

Dois homens, que podem ser os supostos autores do massacre na revista Charlie Hebdo, se entrincheiraram com reféns em uma gráfica de Dammartin-en-Goele, uma cidade a Nordeste de Paris, após um tiroteio com as forças de segurança, indicaram diversas fontes.

Helicóptero sobrevoa Dammartin-en-Goele, onde tiros foram disparados e teriam deixado feridos durante caça aos irmãos suspeitos de ataque
Helicóptero sobrevoa Dammartin-en-Goele, onde tiros foram disparados e teriam deixado feridos durante caça aos irmãos suspeitos de ataque

Uma operação para “neutralizar os autores” do atentado contra a Charlie Hebdo, a cargo da GIGN, força de elite da gendarmaria francesa, está em andamento, informou o ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve.

Ainda não se sabe o número de reféns, acrescentou uma fonte próxima ao caso. O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, declarou nesta sexta-feira (9) que a França está em guerra “contra o terrorismo, não contra uma religião”, e estimou que serão necessárias novas medidas “para responder à ameaça”.

Segundo o jornal francês “Le Monde’, os suspeitos estariam com cinco reféns dentro da gráfica, em Dammartin-en-Goële, no Noroeste da França. Não há confirmação de mortos ou feridos.

Na região, próxima à empresa, estão localizadas duas escolas e seus alunos estariam confinados. Pais em pânico estão ligando para a escola, de acordo com as informações de um professor ao “Le Monde”.

A Création Tendance Découverte (CTD), onde os fugitivos se esconderam, é uma pequena empresa de impressão e publicidade de quatro funcionários, segundo seu site. Ela se localiza em uma zona industrial da cidade.

O tiroteio foi registrado em Dammartin-en-Goele, de 8.000 habitantes, a 30 km da zona onde os fugitivos eram procurados na véspera, segundo uma fonte que confirmou uma informação da rádio RTL.

Antes do tiroteio haviam roubado um carro Peugeot 206 em Montagny-Sainte-Félicité de uma mulher que disse ter reconhecido os irmãos Kouachi, procurados pelo massacre na revista Charlie Hebdo.

“Não existe certeza em relação à quantidade de pessoas em seu interior”, disse uma fonte próxima à investigação.

Segundo uma testemunha no local, funcionário de outra empresa na mesma região, foi ouvido um intenso tiroteio às 08h50 (05h50 de Brasília).

A cidade estava completamente cercada pelas forças de segurança, observou um jornalista da AFP no local.

Da AFP

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).