Inicio » Mais Seções » MG – Polícia Civil de Minas Gerais lança aplicativo “Delegacia Virtual” para registros de ocorrências simples

MG – Polícia Civil de Minas Gerais lança aplicativo “Delegacia Virtual” para registros de ocorrências simples

MG – Polícia Civil de Minas Gerais lança aplicativo “Delegacia Virtual” para registros de ocorrências simples

MG - Polícia Civil de Minas Gerais lança aplicativo "Delegacia Virtual" para registros de ocorrências simples
MG – Polícia Civil de Minas Gerais lança aplicativo “Delegacia Virtual” para registros de ocorrências simples

Alguns casos de polícia, como acidentes de veículos sem vítimas podem ser registrados agora, direto do celular. Isso porque a Polícia Civil de Minas Gerais lançou, na terça-feira (20), o aplicativo da Delegacia Virtual para dispositivos móveis. Porém, até o momento, o recurso está disponibilizado apenas para o sistema operacional Android.

De acordo com a Polícia Civil, a versão para o IOS, da Apple, já foi homologada e deve ficar disponível pela empresa nos próximos dias.

A “Delegacia Virtual” permitirá também que o usuário obtenha informações de localização por meio do Sistema de Posicionamento Global (GPS). O recurso permite ainda acionar a câmera de seu aparelho para anexar imagens e filmes em uma ocorrência.

O aplicativo, que suporta as versões do sistema Android 4 ou superior, pode ser baixado na página da Google Play Store com o nome de “Delegacia MG”.

Outros casos que podem ser registrados pelo dispositivo móvel são: perda e extravio de documentos e objetos pessoais, notificação de desaparecimento ou localização de pessoas e registros de danos simples, como patrimônio privado e bens, depredação e pichação.

Delegacia Virtual

O sistema, que foi implantado no dia 30 de abril, já recebeu aproximadamente 85 mil ocorrências. Destas, 30.182 foram por acidentes de trânsito sem vítimas, 50.566 por extravio de documentos, 3.535 por extravio de objetos pessoais, 133 por comunicação de pessoa extraviada ou desaparecida e 210 por danos simples.

De acordo com a superintendente-adjunta de Informações e Inteligência Policial, delegada Yukari Miyata, as ocorrências relativas a acidentes de trânsito sem vítimas e extravios de documentos e objetos pessoais representam 12,94% do total em todo o Estado. “A expectativa é que a nova ferramenta possibilite a redução no fluxo de atendimentos, sobretudo em unidades da Polícia Militar”, afirma.

Como funciona

Com acesso por meio de um endereço virtual do sistema, a Delegacia Virtual tem links de atalho também nos sites do DETRAN/MG e da Polícia Civil de Minas Gerais.

O registro de ocorrências na Delegacia Virtual é feito por meio do preenchimento de formulários que são apresentados, gradativamente, na tela. Após o envio dos dados ao sistema, a ocorrência passa por uma triagem. Em até quinze minutos, é emitida uma mensagem, informando o número do Registro de Evento de Defesa Social (REDS), bem como a forma de acessá-lo no site do Sistema Integrado de Defesa Social (SIDS), para imprimi-lo.

O documento pode ser usado para fins de acionamento da seguradora, comprovação de extravio de documentos e outros fins.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).