Inicio » Nacional » Brasil – Aeroportos de todo o Brasil têm voos afetados por paralisação dos aeronautas

Brasil – Aeroportos de todo o Brasil têm voos afetados por paralisação dos aeronautas

Aeroviários e aeronautas protestam por aumento de salário nesta quinta-feira (22); vários voos foram cancelados.

Brasil - Aeroportos de todo o Brasil têm voos afetados por paralisação dos aeronautas
Brasil – Aeroportos de todo o Brasil têm voos afetados por paralisação dos aeronautas

A greve anunciada pelos aeronautas ( pilotos, co-pilotos e comissários) e aeroviários afeta aeroportos brasileiros nesta quinta-feira (22). Em Belo Horizonte, no Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), sete voos tiveram atrasados no início da manhã desta quinta-feira (22).

No Rio, a paralisação marcada para durar das 6h às 7h afetou ao menos oito voos, sendo quatro cancelados e outros quatro atrasados. No Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) teve dois voos atrasados, dos 14 previstos até o horário, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A assembleia dos trabalhadores está marcada para as 15h desta quinta-feira (22).

Em São Paulo, 12 voos foram cancelados no Aeroporto de Congonhas, outros 12 ficaram atrasados entre os 37 que estavam previstos desde o início da paralisação até as 8h. As informações são da Infraero.

Ainda na capital carioca, os funcionários protestaram no saguão e nas ruas próximas aos aeroportos Santos Dumont e Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim.

No Brasil, outros aeroportos também foram afetados pela paralisação, sendo eles: Aeroporto Internacional Afonso Pena (Curitiba – PR); Aeroporto Juscelino Kubitschek (Brasília – DF);  Aeroporto Internacional Hercílio Luz (Florianópolis – SC);  Aeroporto Internacional Salgado Filho (Porto Alegre – RS);  Aeroporto Santa Genoveva ( Goiânia – GO)

Alertadas da manifestação, as companhias aéreas divulgaram comunicado informando aos passageiros que boa parte dos voos agendados, no período de 6h às 7h, seriam remanejados para outros horários. Segundo a nota, “apesar dos esforços do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) na negociação salarial com aeroviários e aeronautas, as categorias podem realizar paralisações nos aeroportos, das 6h às 7h, nesta quinta-feira (22). Dessa forma, podem ocorrer reflexos nos voos domésticos em todo o país ao longo do dia. “

Ao menos 80% do efetivo mínimo dos aeroportos brasileiros devem ser mantidos pelos funcionários, de acordo com determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), caso haja descumprimento da norma, será cobrada multa diária de R$ 100 mil.

Entre as reivindicações dos aeroviários e aeronautas, estão os pedidos de aumento de 8,5% nos salários e benefícios, além de melhores condições de trabalho e do estabelecimento de um piso salarial para os agentes que fazem o check-in.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).