Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Dengue e Chikungunya: Índice LIRAa caiu, mas população não pode descuidar-se‏

Montes Claros – Dengue e Chikungunya: Índice LIRAa caiu, mas população não pode descuidar-se‏

No dia 17 de janeiro de 2014, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde anunciou que o Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 6 e 8 de janeiro, havia identificado focos da doença em 4,42% dos imóveis pesquisados. No dia 13 de janeiro deste ano, por sua vez, a mais recente edição do estudo identificou 3,36% de logradouros infectados.

Montes Claros - Dengue e Chikungunya: Índice LIRAa caiu, mas população não pode descuidar-se‏
Montes Claros – Dengue e Chikungunya: Índice LIRAa caiu, mas população não pode descuidar-se‏

Comparando-se janeiro deste ano com o mesmo período de outros anos é possível identificar a queda nos números: em 2012 o estudo apresentou um percentual de 6,4%; em 2011 (7,2%); em 2010 (7,8%); e em 2009 (4,7%). Apesar da queda mostrada pelo LIRAa, no comparativo entre as duas edições da pesquisa, que também caracterizou uma mudança de uma situação de alto risco (acima de 3,9%) para médio risco (entre 1% e 3,9%) para transmissão da doença, segundo parâmetros do Ministério da Saúde, a população não deve se descuidar.

É interessante destacar que – tanto na edição de janeiro de 2014 como na edição deste mês – alguns bairros aparecem entre aqueles com maior índice de infestação: Vila Santa Maria (20% e 16,27%, respectivamente); Village do Lago II (13,51 e 14,75%); e Ibituruna I (12,12 e 10,34%).

Normalmente, aspectos como presença de quintais amplos e arborizados, piscinas, calhas e bromélias ou a dificuldade no acesso dos agentes do CCZ são fatores que propiciam a infestação do Aedes aegypti. De qualquer forma, é essencial que moradores colaborem providenciando a limpeza e a vedação de tambores; a limpeza semanal de ralos e uso tela de malha fina; destinando o lixo para coleta pública; escoando a água dos pratos de planta; e limpando calhas e lajes. A população ainda pode ajudar denunciando a presença de focos do mosquito através do telefone 0800-283-3330.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).