Inicio » Minas Gerais » MG – Minas Gerais pode ter racionamento severo se não chover, diz Governador

MG – Minas Gerais pode ter racionamento severo se não chover, diz Governador

Governo vai adotar sobretaxa para reduzir o consumo em 30%; governador foi pedir ajuda da presidente Dilma Rousseff para obras.

MG - Minas Gerais pode ter racionamento severo se não chover, diz Governador
MG – Minas Gerais pode ter racionamento severo se não chover, diz Governador

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), disse nesta quarta-feira que um “racionamento severo” poderá ser necessário caso o Estado não chova e o Estado não consiga reduzir o consumo de água nos próximos três meses. Pimentel foi pedir ajuda da presidente Dilma Rousseff para obras de abastecimento, mas ressaltou que a redução de 30% no consumo na região metropolitana é necessária para o ano de 2015.

“Se não chover, se o consumo não cair e se a vazão não aumentar em três meses, vamos ter que racionar severamente”, disse o governador.

Para reduzir 30% de consumo nos próximos meses, o governo do Estado criou uma campanha de conscientização e vai adotar uma sobretaxa para a população que consumir mais do que no ano passado. “Se essa campanha não for suficiente, vamos para o rodízio, e se não for suficiente nós vamos para o racionamento. Infelizmente essa é a realidade”, disse Pimentel, após reunião no Palácio do Planalto.

Entre os projetos apresentados pelo governador está a que aumenta a capacidade de captação de água do rio Paropeba para o rio Manso, que poderia ficar pronta até novembro. O governador não detalhou valores dos projetos, mas diz que o pacote custaria “menos de R$ 1 bilhão”.

Ao falar do que considerou uma “grave crise”, Pimentel fez críticas à gestão anterior de Minas Gerais por não ter iniciado programas de economia de água. “Essa situação já podia ter sido detectada em meados do ano passado. A ANA (Agência Nacional de Águas) chegou a fazer dois alertas para a empresa de saneamento, esses alertas não foram levados em conta e a população não foi comunicada da gravidade da situação”, disse.

Segundo o governador, a situação do abastecimento é crítica na região metropolitana, enquanto alguns municípios do norte enfrentam um “colapso”.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).