Inicio » Minas Gerais » MG – Novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais toma posse

MG – Novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais toma posse

O novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, tomou posse na tarde desta quarta-feira (28), na Cidade Administrativa, região Norte de Belo Horizonte. À cerimônia, realizada no auditório JK, estiveram presentes o governador Fernando Pimentel e o secretário de Defesa Social, Bernardo Santana.

O novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, tomou posse na tarde desta quarta-feira (28), na Cidade Administrativa, região Norte de Belo Horizonte.
O novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, tomou posse na tarde desta quarta-feira (28), na Cidade Administrativa, região Norte de Belo Horizonte.

Na transmissão de cargo, seu antecessor, o delegado Oliveira Santiago Maciel, destacou os feitos da Polícia Civil durante a Copa do Mundo e nas eleições 2014, quando um grande efetivo foi colocado nas ruas. “Segurança pública não se restringe apenas à Polícia Civil, é dever também do Estado e de todos. A essência da corporação vem da união dos esforços de cada um dos seus servidores”.

Em seu discurso de posse, o novo chefe da Polícia Civil falou das mudanças que pretende fazer. “A Polícia Civil tem uma nova missão. Nossas ações vão buscar o fortalecimento da corporação, principalmente a valorização dos homens e mulheres, por meio de uma remuneração adequada, para corrigir distorções”, disse Wanderson.

O delegado também prometeu ampliação de vagas. “Vou pedir a convocação dos excedentes do último concurso (2013) para perito criminal e médico legista ( 95 peritos e 121 legistas já foram admitidos); além da ampliação do ultimo concurso realizado para investigador (1.000 vagas foram abertas, e novo chefe da Civil quer pelo menos outras mil)”.

No entanto, representantes do Sindipol, também presentes à cerimônia, lembraram que Lei Orgânica da Polícia Civil (aprovada em 2013 através da Lei Complementar 129 de 08/11/201) prevê 11.301 cargos de investigador, e que o último concurso abriu apenas 5.813 vagas.

Wanderson finalizou, ressaltando querer uma Polícia Civil menos violenta e mais voltada para o trabalho de investigação e inteligência, “porque esse trabalho, quando bem realizado, dá mais possibilidade para que o trabalho da polícia judiciária se torne mais efetivo”.

Perfil

O novo Chefe da Polícia Civil, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais e ingressou na corporação em 1984, como investigador. Atuou nas cidades de Pedro Leopoldo, Rio Paranaíba e Belo Horizonte, em diversos departamentos de polícia, com destaque para o Departamento de Investigação Antidrogas (DIA), o Grupo de Combate ao Crime Organizado, em Parceria com o Ministério Público (GCOC) e a Divisão Especializada de Operações Especiais da corporação (Deoesp), que chefiava até a data de hoje.

Na carreira de Delegado de Polícia, Silva obteve todas as promoções por merecimento, com inúmeros registros de referências elogiosas em sua ficha funcional.

O Chefe Adjunto da Polícia Civil será o Delegado Geral Marcos Silva Luciano, atual chefe do 2º Departamento de Polícia Civil, com sede em Contagem, na Grande BH.

Feitos

Wanderson Gomes da Silva é conhecido na corporação pela habilidade na investigação e solução de sequestros e enfrentamento de organizações criminosas e do tráfico de drogas. Entre os casos de destaque está a solução do maior crime contra o Patrimônio em Minas Gerais, em 2010, quando foram roubados R$46 milhões da empresa de transporte de valores Embraforte.

Outros destaques são a prisão de um dos maiores traficantes de Minas, Rony Peixoto, em 2012, e a recuperação de cerca de 90% das 45 armas e mais de 1600 munições roubadas da Central de Escoltas do Sistema Prisional de Minas Gerais, no ano passado. A ação foi desenvolvida por meio de ação de investigação e repressão qualificada, sem que nenhum tiro fosse disparado. Três pessoas foram indiciadas.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).