Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Presépio Mãos de Deus consolidado a mais de três anos da inauguração

Norte de Minas – Presépio Mãos de Deus consolidado a mais de três anos da inauguração

Três anos depois de inaugurado, em Grão Mogol, no Norte de Minas Gerais, o Presépio Natural Mãos de Deus, o maior do mundo, se consolida como o lugar mais atrativo ao turismo religioso no Norte de Minas, com aprovação unânime dos visitantes.

Norte de Minas - Presépio Mãos de Deus consolidado a mais de três anos da inauguração
Norte de Minas – Presépio Mãos de Deus consolidado a mais de três anos da inauguração

A constatação é do empresário Lúcio Bemquerer, que fez o presépio em oito meses e 19 dias, e de milhares de pessoas, cujos comentários elogiosos estão registrados em 16 cadernos grandes de 200 páginas cada um preenchidos desde os primeiros dias da inauguração até hoje.

A notícia do presépio em Grão Mogol se vai repercutindo pelo Brasil e o mundo cada vez mais, o que é observado por meio dos mesmos cadernos de registros de visitantes. Basta manuseá-los para encontrar gente de várias partes do Brasil e do mundo.

Gente como a professora Zulmira Brito, da cidade de Santa Luzia, Estado de Rondônia (RO) e o bancário Júlio José da Silva, de Brasília (DF), que vieram a Grão Mogol por esses dias com a família exclusivamente para conhecer o presépio, além de muitos outros de quase todos os estados brasileiros, e visitantes estrangeiros como o chinês Jin Yong Shi, representante da Sul Americana de Metais (SAM); e gente do Uruguai, Bolívia, Estados Unidos, Alemanha, entre outros países.

Um dos maiores trunfos do presépio é a carta do Papa Francisco com uma Bênção Apostólica dirigida a todos visitantes da obra, extensiva aos que ainda a irão visitar. Um original da carta se encontra na administração do presépio e todo visitante recebe ao final uma cópia.

São oito as estações do presépio. Em cada uma há um totem com informações para facilitar e deixar as visitas à vontade. Como informou Bemquerer, nos próximos dias será introduzida data show sobre o presépio com “briefing” contendo as principais informações sobre como a obra foi edificada, para que os visitantes inteirados de tudo subam em seguida as rampas a fim de percorrerem as estações.

Na recepção do presépio há uma lojinha com boa variedade de “souvenirs” (terços, camisetas e outros) que auxiliam na divulgação da obra, sem similar no mundo, já visitada por quase 60 mil pessoas, correspondentes a cerca de dez vezes a população da cidade.

A recepção das visitas ao presépio já cumpriu duas fases. A primeira delas foi a de entrada gratuita. A outra a cobrança simbólica de R$ 2. Agora, o acesso entrará na sua terceira fase, com a tarifa de R$ 5, a partir de 12 de fevereiro, ingresso cobrado para ser aplicado na manutenção – limpeza e conservação – da obra.

Ao entrar na terceira fase, como disse Bemquerer, foi realizada antes uma pesquisa empírica. Muitos visitantes ouvidos acharam compatível a cobrança da tarifa de R$ 5 baseados na qualidade do atendimento no presépio, padrão semelhante ao dos lugares de turismo religioso na Europa e países do chamado primeiro mundo.

 Sem querer comparar, mas comparando, proporcionalmente, o ingresso a R$ 5 é menor que o cobrado para acesso, por exemplo, às maravilhas de Inhotim, em Brumadinho (MG), onde é cobrada sexta-feira, sábado, domingo e feriado a tarifa de R$ 30.

Por Alberto Sena

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).