Inicio » Internacional » Oriente Médio – Estado Islâmico mata três chineses que tentaram desertar

Oriente Médio – Estado Islâmico mata três chineses que tentaram desertar

O diário chinês Global Times informa, em editorial publicado na edição desta sexta-feira (6), que o Estado Islâmico matou três cidadãos da etnia uigur, oriundos da região autônoma de Xinjiang, no Noroeste do país, que tentaram desertar do grupo jihadista.

Mulher procura por informações de parentes em local que sofreu ataque do Estado Islâmico
Mulher procura por informações de parentes em local que sofreu ataque do Estado Islâmico

A fonte do jornal é um funcionário curdo, da área de segurança no Iraque. Ele informou que os três cidadãos chineses fazem parte dos 120 membros do Estado Islâmico assassinados por tentar abandonar a organização.

O funcionário informou ainda que os chineses eram membros do Movimento do Turquistão Oriental, uma organização considerada terrorista que, segundo a China, busca a independência de Xinjiang. Um deles, segundo a mesma fonte, foi executado em setembro, quando tentou fugir para a Turquia.
Os outros dois, de acordo com a fonte, teriam sido executados em dezembro no Iraque, juntamente com 11 membros do Estado Islâmico de seis países, por “traição”.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

MG – Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.MG – Homem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).