Inicio » Emprego » Taxa média de desemprego no Brasil cai para 6,8% em 2014

Taxa média de desemprego no Brasil cai para 6,8% em 2014

A taxa média de desemprego no Brasil caiu de 7,1%, em 2013, para 6,8%, em 2014, segundo um novo indicador divulgado nesta terça-feira, que é mais preciso do que o tradicionalmente usado para medir o desemprego no país.

Taxa média de desemprego no Brasil cai para 6,8% em 2014
Taxa média de desemprego no Brasil cai para 6,8% em 2014

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), que mede o desemprego trimestral em 3.464 cidades, é mais amplo e detalhado que o indicador antigo, a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que é divulgada mensalmente e leva em conta apenas as seis maiores regiões metropolitanas do país.

Segundo o novo indicador, divulgado nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego caiu ligeiramente pelo terceiro ano consecutivo. Em 2012, havia ficado em 7,4% da população economicamente ativa.

De acordo com o indicador antigo, a taxa média de desemprego nas maiores cidades do país em 2014 foi de 4,8% da população ativa, abaixo dos 5,4% medidos em 2013 e a menor desde 2002.

O novo indicador mediu uma taxa média de desemprego de 6,5% no último trimestre do ano, abaixo dos 6,8% calculados no terceiro trimestre, mas acima dos 6,2% registrados no mesmo período de 2013.

O número de desempregados no Brasil caiu de 6,7 milhões no terceiro trimestre do ano passado para 6,5 milhões nos últimos três meses. O número de pessoas empregadas subiu em 993 mil entre um trimestre e outro, até chegar a 92,9 milhões no último trimestre.

Enquanto o desemprego entre os homens ficou em 5,6% no último trimestre, entre as mulheres a taxa foi de 7,7%. Por idades, o índice ficou em 14,1% para as pessoas entre 18 e 24 anos, em 6,3% para as que têm entre 25 e 39 anos, e 3,3% para as que têm entre 40 e 59 anos.

Por nível de escolaridade, o índice foi de 11,6% entre os que não concluíram o ensino médio, de 6,8% para os que não concluíram o ensino superior, e de 3,4% para os que têm formação universitária.

Agência EFE

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).