Inicio » Mais Seções » Ciência » Parte das 200 baleias encalhadas em baía da Nova Zelândia é devolvida ao mar

Parte das 200 baleias encalhadas em baía da Nova Zelândia é devolvida ao mar

Parte das 200 baleias encalhadas em baía da Nova Zelândia é devolvida ao mar

Parte das 200 baleias encalhadas em baía da Nova Zelândia é devolvida ao mar
Parte das 200 baleias encalhadas em baía da Nova Zelândia é devolvida ao mar

Especialistas e voluntários conseguiram devolver ao mar, nesta sexta-feira, a maior parte das 198 baleias piloto que ficaram encalhadas perto da baía Golden, na ilha Do Sul da Nova Zelândia.

A triste notícia é que 50 exemplares não resistiram e acabaram morrendo.

Segundo a emissora “Rádio New Zealand”, o grupo de cetáceos libertados ainda tem que nadar para mar aberto.

O porta-voz do Ministério de Conservação da Nova Zelândia, Mike Ogle, disse que esperam que a maré contribua para levar esta comunidade de baleias piloto mar adentro.

Pessoas do departamento de Conservação e voluntários do Projeto Jonah colaboraram para salvar estes cetáceos encalhados em uma zona conhecida como Farewell Spit, indicou a rede de televisão “TV3”.

Dezenas deles ficam encalhados anualmente nessa zona da Nova Zelândia, cujas águas fazem parte da rota que esta espécie faz quando abandona a Antártida e quando retorna às águas antárticas em setembro.

A baleia piloto é um exemplar de corpo robusto que pode alcançar entre seis e sete metros de comprimento.

AgÊncia EFE

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Jerusia Arruda

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Coluna da Jerusia …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).