Inicio » Mais Seções » Entretenimento » Cinema – Críticos apontam quem deve levar as principais premiações no “Oscar 2015”

Cinema – Críticos apontam quem deve levar as principais premiações no “Oscar 2015”

Cinema – Críticos apontam quem deve levar as principais premiações no “Oscar 2015”

oscar2015 (Jornal Montes Claros)Faltam poucas horas para sabermos quem serão os vencedores do “Oscar 2015“. Para este ano, oito títulos disputam o prêmio principal e a liderança de indicações fica por conta de “Grande Hotel Budapeste” e “Birdman”, com nove cada.

“Boyhood” vem em seguida, com seis indicações. A produção, apontado como azarão, tem a seu favor a dramaticidade de ter sido filmada em 12 anos e, ainda, o apoio do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que o considerou o melhor do ano.

Entretanto, para colocar as mãos na cobiçada estatueta é preciso agradar à Academia. Coerentes em seus últimos resultados, seus representantes têm deixado claro que na sétima arte é preciso muito mais do que uma superprodução.

A prova disso seria os três filmes citados acima, uma vez que ambas são produções independentes. Por outro lado, uma curiosidade já paira no ar: “Birdman”, de Alejandro González Iñárritu, trata-se de uma autocrítica a Hollywood e à fama. Então, embora o longa tenha sido eleito pela crítica o melhor do ano, nas entrelinhas, consagrá-lo com o “Oscar” seria o mesmo que alfinetar a indústria do cinema norte-americano.
Completando a lista de indicados na categoria melhor filme, e correndo pelas beiradas, temos ainda os títulos “O Jogo da Imitação”, “Sniper Americano”, “A Teoria de Tudo”, “Whiplash” e “Selma”.

Ficção ou realidade?

E quando a realidade se funde à ficção? Autobiografia e fatos reais são as principais características de alguns candidatos a melhor filme este ano. Em “A Teoria de Tudo”, por exemplo, a trama baseia-se na vida do consagrado físico inglês Stephen Hawking, que convive com as limitações da esclerose lateral amiotrófica desde os 21 anos.

EddieRedmayne-FelicityJones- concorrendooscar (Jornal Montes Claros)O filme, inspirado no livro “Travelling to Infinity: My Life with Stephen”, concorre a cinco estatuetas, incluindo o de melhor ator para o britânico Eddie Redmayne, o de melhor atriz para Felicity Jones (foto acima) e melhor roteiro adaptado.

Para as filmagens, o próprio Stephen Hawking emprestou sua voz em algumas cenas do longa, além de objetos pessoais para serem utilizados como adereço original, como a Medalha da Liberdade e sua tese.

Com seis indicações ao “Oscar”, incluindo o de melhor filme e ator para Bradley Cooper, “Sniper Americano” é baseado no best-seller sobre a vida do veterano de guerra Chris Kyle, considerado um dos atiradores mais letais em campo.

bradley-cooper-sniper americano (Jornal Montes Claros)Alem de estrelar, Cooper também produziu o longa. Segundo especulações, desde que conseguiu os direitos autorais da obra sua intenção era interpretar o atirador de elite. Então, seu esforço pode lhe render o prêmio.

Assim como o filme tem chances de surpreender no final e sair-se vitorioso, uma vez que retrata sobre a figura de um militar norte-americano e ainda discute a temática da violência.

Dirigido por Clint Eastwood, injustamente deixado de fora da indicação, a produção bateu recordes de bilheteria, arrecadando 105,3 milhões de dólares em sua semana de estreia, e causou polêmicas mundo afora.

Tendo como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial, “O Jogo da Imitação” retrata os esforços do matemático Alan Turing na criação das bases da computação utilizadas para decifrar mensagens nazistas da poderosa e máquina “Enigma”.

Inspirada em fatos reais, a produção concorre a oito estatuetas, incluindo melhor filme, direção, edição e melhor ator para o inglês Benedict Cumberbatch, a primeira indicação na carreira.

Já a luta de Martin Luther King pela igualdade racial na eleição dos Estados Unidos em 1965 é o tema de “Selma”. Dirigida por Ava DuVernay, a produção já é considerada a mais injustiçada do “Oscar”.

A desculpa mais plausível para ter recebido apenas duas indicações, melhor filme e melhor canção por “Glory” (de John Legend e do rapper Common), foi um problema na distribuição do filme aos votantes da Academia, impedindo-os de assistí-lo à tempo.

selma-filme (Jornal Montes Claros)Se levarmos em consideração que no ano passado “12 Anos de Escravidão”, também com roteiro adaptado, recebeu nove indicações e levou apenas três, incluindo o de melhor filme, a produção ainda está no páreo.

Por outro lado, como ambas falam de questões raciais, a Academia pode fugir do estereótipo. Em compensação, o forte candidato ao prêmio de melhor canção tem em seu elenco nomes como a apresentadora Oprah Winfrey e o já veterano ator Cuba Gooding Jr.

Se as previsões se concretizarem, J.K. Simmons deve faturar o prêmio de melhor ator coadjuvante por sua atuação brilhante em “Whisplash”. O longa dirigido por Damien Chazelle, de apenas 30 anos, levou cinco indicações ao “Oscar”, incluindo o de melhor filme.

Com temas polêmicos como assédio moral e abuso, a trama conta a história do promissor músico Andrew (Miles Teller), que ao entrar para a banda do abusivo professor Fletcher (o perfeito J.K. Simmons) dá o sangue para tornar-se o baterista perfeito.

Orçado em 3.300.000 dólares, a produção foi filmada em apenas dezenove dias e concorre ainda às categorias de melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor mixagem de som.

Campeão de bilheteria          

Mesmo que por ironia do destino “O Grande Hotel Budapeste” não leve o prêmio principal, o filme já foi eleito o de maior bilheteria da carreira de Wes Anderson, sendo a maior entre os filmes independentes de 2014.

wesanderson-grandehotelbudapeste (Jornal Montes Claros)Com elenco de primeira, incluindo nomes como Ralph Fiennes, Willem Dafoe, Edward Norton, Harvey Keitel, Jude Law, Bill Murray, a produção agradou muito ao público e a crítica tendo thriller com pegada de fábula, ousadia do peculiar diretor que aposta em um universo colorido e lúdico.

Além de melhor filme, a comédia concorre ainda a mais oito prêmios: melhor fotografia, melhor direção, melhor edição, melhor trilha sonora, melhor produção de arte, melhor figurino, melhor maquiagem e melhor roteiro original.

O “Oscar 2015” começa às 22h no Brasil.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).