Inicio » Política » Propagandas do PSDB reforçam tese de estelionato eleitoral

Propagandas do PSDB reforçam tese de estelionato eleitoral

Propagandas do PSDB reforçam tese de estelionato eleitoral

Propagandas do PSDB reforçam tese de estelionato eleitoral
Propagandas do PSDB reforçam tese de estelionato eleitoral

Utilizando os mesmos atores que apareceram em toda a campanha presidencial, partido exibe peças reforçando a mensagem de que Dilma valeu do estelionato eleitoral.

Utilizando os mesmos atores que apareceram em toda a campanha presidencial, o PSDB exibe a partir deste sábado (7) propagandas nas quais reforça a mensagem de que Dilma Rousseff (PT) se valeu do estelionato eleitoral para permanecer no Palácio do Planalto.

As peças dirão que a presidente prometeu durante a eleição não aumentar juros nem alterar direitos trabalhistas, mas o fez logo que iniciou o mandato. As propagandas também exploram o aumento da conta de luz, cuja redução no primeiro mandato foi uma das plataformas de Dilma.

Nenhum político aparecerá nos comerciais, mas trechos de discursos da presidente durante a campanha serão usados para reforçar a ideia de que Dilma mentiu.

“Nada pior do que uma pessoa falar uma coisa e fazer outra, principalmente se essa pessoa for a presidente da República”, diz uma atriz no início de uma das peças. “A presidente disse que não ia aumentar impostos. Aumentou. Disse que não ia aumentar os juros e que não ia mexer na conta de luz. Aumentou. Disse que não ia mexer nos direitos do trabalhador. Mexeu. A presidente disse que ia fazer uma coisa e fez outra”, conclui o texto.

A outra propaganda é focada na mudança nos direitos trabalhistas e previdenciários. Um ator mostra um trecho de um discurso de Dilma em um tablet. A presidente aparece falando que não queria ser reeleita “para arrochar salário, desempregar e tirar direito do trabalhador”. Logo depois, ele diz que “depois da eleição o governo do PT já anunciou mudança no seguro desemprego, no abono salarial e no auxílio-doença, prejudicando a vida de milhões de trabalhadores”.

As peças foram produzidas por parte da equipe que trabalhou na campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG), adversário da petista nas últimas eleições. O marqueteiro de Aécio, Paulo Vasconcelos, não atuou na produção dos comerciais, mas integrantes de sua equipe, sim.
A irmã de Aécio, Andréa Neves, supervisionou as filmagens e textos. A redação é de um escritor de Minas, Tonico Mercador, que trabalhou com Aécio e alguns de seus aliados no ano passado.

A cúpula do partido decidiu que seria melhor não dar espaço a políticos, especialmente Aécio, para tirar dos petistas o discurso de que as publicidades são mais uma peça no esforço de promover um “terceiro turno” da campanha.

As peças são encerradas com o mote “o Brasil merece a verdade” e o símbolo do partido.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).