Inicio » Minas Gerais » Centro Oeste de Minas » MG – Mulher cobra dívida e é assassinada com a facadas

MG – Mulher cobra dívida e é assassinada com a facadas


Reviewed by:
Rating:
5
On 8 de março de 2015
Last modified:8 de março de 2015

Summary:

MG - Mulher cobra dívida e é assassinada com a facadas

Durante a madrugada deste domingo (8), uma mulher de 34 anos foi assassinada com 12 facadas, após cobrar dívida de drogas em um forró,  em Centro Oeste de Minas.

MG - Mulher cobra dívida e é assassinada com a facadas
MG – Mulher cobra dívida e é assassinada com a facadas

Uma amiga da vítima, contou à Polícia Militar (PM) que elas estavam no forró Varandão Sertanejo e que lá Paula conversou com V.C.S., 34. Tempos depois, elas foram embora da festa e passaram em um trailer para comer um lanche. Lá, a vítima disse para a amiga que tinha que ir em um posto de combustíveis para resolver um assunto, e que não era para a amiga ir atrás dela.

O suspeito foi visto pela testemunha, passando pelo trailer onde elas lanchavam. Momentos depois, a amiga ouviu gritos de socorro de Paula e viu o homem sair correndo.

Paula foi encontrada na avenida Magalhães Pinto, no bairro Brasília, com uma faca cravada no peito, do lado esquerdo, e tinha as marcas de outras 11 perfurações pelo corpo. Ela chegou a ser socorrida por uma ambulância para o Hospital São José, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O suspeito foi localizado por militares em um ponto de ônibus, no bairro Esplanada. Ele alegou que estava sendo importunado pela vítima, que sempre o cobrava por dívidas de drogas de um primo dele. Nesta madrugada, eles teriam se desentendido no forró, tendo sido empurrado por Paula.

O homem foi encaminhada para Delegacia de Polícia Civil de Formiga.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).