Inicio » Educação » Livro que reúne produções dos mestrados da Unimontes conta a história de mulheres mineiras

Livro que reúne produções dos mestrados da Unimontes conta a história de mulheres mineiras

Será lançado na próxima quinta-feira (12/3), no Campus da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri (UFVJM), em Diamantina, o livro “História das Mulheres e do Gênero em Minas Gerais”, que tem como organizadoras as professoras Cláudia de Jesus Maia, do departamento de História da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes); e Vera Lúcia Puga, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Em breve, a obra também será lançada em mais quatro cidades: Montes Claros, Belo Horizonte, Uberlândia e São Francisco.

Livro que reúne produções dos mestrados da Unimontes conta a história de mulheres mineiras
Livro que reúne produções dos mestrados da Unimontes conta a história de mulheres mineiras

Publicado pela Editora Mulheres, o livro foi financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e pela Unimontes, por intermédio do Programa de Pós-Graduação em História – mestrado –, contando também com a participação da Universidade Federal de Uberlândia.

A professora Cláudia Maia é pós-doutora em História pela Universidade Nova de Lisboa (Portugal), enquanto a professora Vera Lúcia Puga é doutora em História pela Universidade de São Paulo (USP). O livro organizado pelas pesquisadoras reúne textos de diversos professores e pesquisadores da Unimontes e de outras instituições que se debruçaram sobre a literatura e diferentes momentos da história das mulheres da construção de gêneros em Minas Gerais, a partir de variados tipos de fontes e de abordagens mercadológicas.

PARTICIPANTES

Participam da obra os professores da Unimontes Telma Borges e Alex Jardim, do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL); Filomena Luciene Cordeiro e Helen Pimentel, do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH); Lúcia Helena Costa, do Departamento de Enfermagem; e Fátima Nascimento, do Departamento de História.

A coletânea, de 552 páginas, também conta com textos dos ex-alunos dos programas de mestrado da universidade: Leila Almeida e João Augusto Santos (mestrado em História) e Márcia Custódio (mestrado em Letras).

Conforme explica a professora Cláudia Maia, foram selecionados trabalhos apresentados em simpósios da Associação Nacional de Professores de História Universitários (ANPHU). Os textos estão organizados em quatro partes que indicam os múltiplos olhares sobre as mulheres mineiras: 1) transgressoras e insubmissas mineiras; 2) damas, donas do sertão; 3) saberes e fazeres femininos; 4) casamento e maternidade: mecanismos de um destino social.

“O livro não teve a pretensão de percorrer o conjunto dos estudos que têm sido desenvolvidos sobre as mulheres e o gênero em Minas Gerais no campo da História, mas é uma pequena mostra desses estudos, muitos dos quais ainda completamente desconhecidos do público”, diz Claudia Maia, lembrando que os trabalhos de organização duraram dois anos.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Um a cada cinco jovens mineiros é "nem-nem", que nem trabalha nem estuda

MG – Um a cada cinco jovens mineiros é “nem-nem”, que nem trabalha nem estuda

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. MG – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).