Inicio » Educação » Educação – Governo altera regras do Fies com limite de vagas e sistema unificado

Educação – Governo altera regras do Fies com limite de vagas e sistema unificado

Com quase 2 milhões de alunos inscritos, o fundo de financiamento estudantil (Fies) vai passar por alterações na fase de fornecimento de recursos, após a decisão do governo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Educação - Governo altera regras do Fies com limite de vagas e sistema unificado
Educação – Governo altera regras do Fies com limite de vagas e sistema unificado

Programa liderado pela gestão da presidente Dilma, o Fies terá um sistema unificado on-line para limitar a quantidade de contratos fechados com cada faculdade e cada curso.

Os estudantes incluídos no Fies têm acesso ao curso no ensino superior em instituições privadas, tendo as mensalidades pagas pelo governo. O acerto da quantia fornecida é restituído à União depois da formatura.

Hoje, os alunos interessados no financiamento fecham o acordo com a própria faculdade e não existe um número oficial de vagas fornecidas para cada curso.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o secretário-executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, confirmou a criação do sistema unificado, seguindo a mesma estrutura do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O número de vagas disponíveis será baseado de acordo com o orçamento do programa.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).