Inicio » Cultura NM » Norte de Minas – O maior Festival de Inverno está em gestação

Norte de Minas – O maior Festival de Inverno está em gestação

“Festival de Inverno é a cara de Grão Mogol, cidade mágica”. A definição partiu da pró-reitora de Extensão da Universidade Estadual de Montes Claros, Marina Ribeiro Queiroz, que discutiu ontem com o prefeito Jéferson Figueiredo detalhes da versão 2015 do Festival de Inverno de Grão Mogol.

Norte de Minas - O maior Festival de Inverno está em gestação
Norte de Minas – O maior Festival de Inverno está em gestação

O sucesso da versão do ano passado rendeu bons frutos que atualmente gestam o evento deste ano, com parto normal previsto para 14 a 19 de julho com uma série de atividades culturais, de modo a consumar a identidade de Grão Mogol como cidade cultural por natureza.

Durante toda à tarde de ontem a equipe da Unimontes se reuniu no plenário da Câmara Municipal, com o prefeito e o secretário de Cultura, Rogério Figueiredo, além de representantes das prefeituras de Botumirim, Cristália e São João da Lagoa quando acertou o formato do próximo evento.

ENTUSIASMO

A julgar pelo entusiasmo da equipe da Unimontes e os demais participantes, o Festival de Inverno deste ano poderá superar muitas vezes o do ano passado porque o planejamento deste iniciou logo após o término daquele. Uma das novidades será a introdução de um espaço para o que é o frisson do momento, a gastronomia, com comidas típicas da região.

“O Festival de Inverno de Grão Mogol já foi institucionalizado pela Unimontes, de modo que agora não depende só de boa vontade, como foi o caso ano passado; estamos trabalhando na formatação deste todo dia, dentro da Coordenadoria de Cultura”, disse a pró-reitora Mariana Queiroz.

Dentro da previsão dela, a programação do festival deste ano deverá estar pronta, com todos os detalhes acertados, no próximo mês, para que a Unimontes e a Prefeitura de Grão Mogol tenham tempo suficiente para divulgar o evento, o que não aconteceu no ano anterior.

lago-irape-mai-2012ENVOLVER JOVENS

O prefeito Jéferson Figueiredo lembrou a necessidade de encontrar maneiras de envolver mais os jovens da cidade com o festival para assegurar a participação de um público maior, tanto nas atividades culturais a serem oferecidas como na plateia.

Para o prefeito, o envolvimento das escolas, tanto de Grão Mogol como das demais cidades participantes do festival – 12 integrantes do Circuito de Irapé, com a inclusão de Francisco Sá – é de fundamental importância. E até sugeriu que as escolas usassem como complementação de carga do ano letivo, se houver necessidade, a participação dos alunos no festival.

No ano passado, a abertura foi no Presépio Natural Mãos de Deus. Este ano, pelo que ficou acertado a abertura será na Praça da Matriz, com a participação da Banda do 50º Batalhão da Polícia Militar, que faz 240 anos. E para incrementar ainda mais o festival, os militares se dispõem a fazer a famosa Trilha do Barão, de 30 quilômetros, trilha por meio da qual o Barão de Grão Mogol ia e vinha da cidade à fazenda Cafezal.

NA RUA DIREITA

Mas será a Rua Direita (Cristiano Relo) o ponto nevrálgico do festival com a possibilidade de eventos simultâneos, uma sugestão do professor Gilson José Fróes acatada pelo prefeito. “A ideia é fechar o espaço para ficar mais íntimo”, de Fróes.

Assim como a pró-reitora da Unimontes, o secretário Municipal de Cultura, o artista plástico Rogério Figueiredo vê no projeto do festival, versão 2015, “a cara de Grão Mogol”. Daqui para frente, a partir desta versão, não mais será o Carnaval a referência de Grão Mogol, segundo previsão do secretário. “É o festival” – disse.

Um dos objetivos do festival é provocar o despertar de talentos regionais, com ênfase para a música, tendo em vista a realização do Festival de Canção. De maneira que a cada dia deverá ser homenageado um artista da região. Entretanto, a preparação do evento entra em sua fase crucial, a busca de patrocínios.

Mas como o produto Festival de Inverno de Grão Mogol é de grande amplitude, os patrocinadores em potencial não pensarão duas vezes para participar de um evento deste, de tamanha visibilidade local e nacional e alcance cultural da maior importância.

Por Alberto Sena Batista

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).