Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – PM e MP deflagram operação contra organização criminosa infiltrada na Administração do Município da Jaíba

Norte de Minas – PM e MP deflagram operação contra organização criminosa infiltrada na Administração do Município da Jaíba

Na manhã de hoje (18/03/2015), agentes do Ministério Público e da Polícia Militar, no âmbito da Operação Ração de Papagaio, iniciaram o cumprimento de ordens de condução coercitiva, busca e apreensão, afastamento de cargos públicos, cujos mandados foram expedidos pelo Dr. ELISEU SILVA LEITE FONSECA, Juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Manga.

Norte de Minas - PM e MP deflagram operação contra organização criminosa infiltrada na Administração do Município da Jaíba
Norte de Minas – PM e MP deflagram operação contra organização criminosa infiltrada na Administração do Município da Jaíba

Trata-se de investigação conduzida pelo GAECO – GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DO MINISTÉRIO PÚBLICO que tem como foco a atuação de organização criminosa infiltrada na Administração do Município da Jaíba.

Inicialmente, estima-se que o dano imposto ao Município supere a cifra de dez milhões de reais e envolve prioritariamente recursos destinados às áreas da saúde e construção civil.

Ainda segundo as investigações em curso, os líderes do grupo criminoso são Secretários Municipais e outros servidores públicos que atuam em associação criminosa com os principais prestadores de serviço do município. Importante lembrar que no ano de 2013, no âmbito da Operação Agosto, o Poder Judiciário local já havia determinado o afastamento do então Prefeito Municipal e dos seus principais assessores.

Naquela oportunidade fora também decretada a prisão preventiva de um ex-Prefeito Municipal e de seu irmão,  de um vereador e um empresário.

O nome dado à operação faz referência ao código utilizado por um dos Secretários Municipais ao pedir o pagamento de propina a determinado fornecedor do Município. Para o cumprimento da decisão judicial estão sendo empregados seis Promotores de Justiça, dez servidores do Ministério Público e sessenta Policiais Militares.

Por Gissele Niza

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).