Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Leite pela Vida será restabelecido em municípios que estavam sem atendimento

Norte de Minas – Leite pela Vida será restabelecido em municípios que estavam sem atendimento

Norte de Minas – Leite pela Vida será restabelecido em municípios que  estavam sem atendimento

Norte de Minas - Leite pela Vida será restabelecido em municípios que  estavam sem atendimento
Norte de Minas – Leite pela Vida será restabelecido em municípios que estavam sem atendimento

O secretário de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais, Paulo Guedes, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (23/3), com produtores rurais e donos de laticínios e cooperativas, no município de Manga, Norte de Minas. No encontro, ele informou que o programa Leite pela Vida será restabelecido nos municípios que estavam sem atendimento e que a Secretaria trabalha para dobrar o volume de leite adquirido e distribuído a famílias carentes das regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Paulo Guedes citou o município de São João das Missões, que tem quase 15 mil habitantes e abriga a maior população indígena de Minas Gerais – os Xacriabás. No município em que prevalecem condições de extrema pobreza, as famílias estão há mais de um ano sem receber o leite. “Vamos fazer novos contratos com laticínios e cooperativas para que o atendimento seja restabelecido imediatamente”, garantiu o secretário.

O programa Leite pela Vida, executado pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene), braço operacional da Sedinor, já chegou a entregou 137 mil litros de leite/dia. Atualmente, são distribuídos apenas cerca de 75 mil litros/dia. Paulo Guedes afirmou que pretende dobrar o volume de leite do programa. Para isso, o Idene já está acertando com laticínios e cooperativas a ampliação das cotas. O município de Manga, por exemplo, passará de 1.100 para 2.200 beneficiários, Miravânia passará de 250 para 500 atendidos, assim como Juvenília, que vai distribuir 500 litros de leite/dia em vez dos atuais 250 litros. 

Cotas de produtores

O secretário Paulo Guedes informou também que o Sistema Sedinor/Idene está buscando, junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a ampliação das cotas dos produtores rurais. “Na semana passada, o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, esteve em Brasília para apresentar a proposta à coordenação nacional do programa Leite pela Vida”, disse. Segundo Paulo Guedes, a ideia é aumentar dos atuais 22,9 litros para 55 litros/dia, por produtor. 

Pagamento mensal

Outro assunto abordado durante o encontro foi o fechamento dos processos de pagamento do leite. O secretário Paulo Guedes garantiu que, a partir de agora, o pagamento de produtores rurais, laticínios e cooperativas será feito mensalmente e não mais quinzenalmente. A mudança atende a solicitação dos próprios fornecedores que reclamam que, com o fechamento quinzenal, aumentou a burocracia e o trabalho de todos os envolvidos no processo ficou mais difícil. Eles também afirmam que o modelo atual acarretou atrasos contínuos nos pagamentos, o que desestimulou grande parte dos produtores do programa.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Paulo Guedes também afirmou que, para melhorar o acompanhamento do trabalho dos laticínios e cooperativas, a Secretaria pretende recriar o Comitê Gestor do Leite. A iniciativa também vai ajudar na fiscalização dos pontos e na busca de soluções para eventuais problemas na entrega do leite.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).