Inicio » Nacional » Igreja Universal pressiona cartunista após charge polêmica

Igreja Universal pressiona cartunista após charge polêmica

Igreja Universal pressiona cartunista após charge polêmica

Desenho gerou polêmica entre os fiéis e chamou a atenção do departamento jurídico da igreja de Edir Macedo.

Charge do cartunista Vitor Teixeira com "gladiador" vestindo a camisa da Universal Foto: Vitor Teixeira / Reprodução
Charge do cartunista Vitor Teixeira com “gladiador” vestindo a camisa da Universal
Foto: Vitor Teixeira / Reprodução

Um cartunista recebeu uma notificação extrajudicial da Igreja Universal do Reino de Deus para que uma charge feita por ele seja retirada do ar. De acordo com a notificação entregue pela igreja, Vitor Teixeira, estaria induzindo ou incitando a discriminação religiosa ao ilustrar o que seria um “Gladiador do Altar” desferindo um golpe de espada contra uma mulher seguidora de uma religião de origem africana.

O grupo dos gladiadores ficou famoso após um vídeo que mostra os fiéis marchando, como se fosse um exército, ser compartilhado nas redes sociais. De acordo com a igreja, os Gladiadores do Altar fazem parte de um projeto “de orientação e formação de jovens vocacionados para a propagação da fé cristã, que funciona desde janeiro de 2015”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Na notificação, a Universal falou sobre seu posicionamento em relação às religiões africanas. De acordo com o documento, “A Igreja Universal apenas não concorda com a liturgia das religiões de matriz africana, mas de forma alguma incita o preconceito contra as mesmas”, disse.

Em sua página no Facebook, o cartunista replicou a notificação e disse que “repudia” o documento. “Considero uma ameaça clara à liberdade de expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação”, falou.

Após a polêmica, Vitor publicou outra arte simbolizando as "algemas da Universal" Foto: Vitor Teixeira / Reprodução
Após a polêmica, Vitor publicou outra arte simbolizando as “algemas da Universal”
Foto: Vitor Teixeira / Reprodução

Diante da notificação enviada no último dia 17,a Igreja Universal pediu a retirada do conteúdo do ar em 24 horas, sob pena “de serem tomadas todas as medidas judiciais cabíveis, inclusive com o pedido a instauração de inquérito policial para apuração”.

As polêmicas envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus e as religiões africanas já tiveram outros episódios judiciais. Em 2007, um livro do bispo Edir Macedo, chamado “Orixás, Caboclos e Guias, deuses ou demônios?” chegou a ser retirado temporariamente de circulação, mas a Justiça entendeu depois que a obra, mesmo com expressões preconceituosas, deveria voltar a ser vendida sob o pretexto da liberdade de expressão.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).