Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Orgasmo: 67% das mulheres já fingiram; veja outros 14 fatos

Orgasmo: 67% das mulheres já fingiram; veja outros 14 fatos


Reviewed by:
Rating:
5
On 27 de março de 2015
Last modified:27 de março de 2015

Summary:

Orgasmo: 67% das mulheres já fingiram; veja outros 14 fatos

Orgasmo: 67% das mulheres já fingiram; veja outros 14 fatos

Pesquisa: 57% das mulheres chegam ao orgasmo sempre ou na maioria das vezes que fazem sexo, enquanto 95% delas acreditam que seus parceiros sempre chegam ao clímax
Pesquisa: 57% das mulheres chegam ao orgasmo sempre ou na maioria das vezes que fazem sexo, enquanto 95% delas acreditam que seus parceiros sempre chegam ao clímax

Em pesquisa sobre orgasmo feminino, revista conclui que mais de 70% das mulheres não têm orgasmo por falta de estimulação clitoriana.

Não é nenhum segredo que mulheres e homens fingem orgasmos, então, para entender melhor o assunto, a revista Cosmopolitan fez uma ampla pesquisa sobre o assunto com a ala feminina e concluiu que 67% delas já fingiram ter prazer durante o sexo por razões diversas: 28% para não chatearem o parceiro, 27% para acabar com a transa mais rápido e 42% já fizeram pelos dois motivos. Os dados são do site inglês Daily Mail.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).