Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Norte de Minas é pioneiro em radiocirurgia

Saúde – Norte de Minas é pioneiro em radiocirurgia

Saúde – Norte de Minas é pioneiro em radiocirurgia

Saúde - Norte de Minas é pioneiro em radiocirurgia
Saúde – Norte de Minas é pioneiro em radiocirurgia

Transformar esperança em realidade! Esse é um dos principais objetivos da equipe multidisciplinar da Radialis, que vem atuando há mais de dois anos no Norte de Minas. Pioneira na região, a parceria da Santa Casa disponibiliza, entre outros procedimentos, tanto pelo SUS, quanto particular, a radiocirurgia de MAV (Malformação Arteriovenosa).

“A radiocirurgia é uma opção de tratamento seguro a pacientes que apresentam lesões consideradas inoperáveis. Além de não ser invasivo, diferente do procedimento cirúrgico convencional, não oferece riscos ao paciente. Outro ponto a ser destacado é quanto a conduta do processo, ou seja, não há necessidade de internação e a radiação é aplicada em um única dose”, explica a radioterapeuta Lucianne Maia, coordenadora do serviço.

Especialista em radioterapia pela USP, Lucianne explica ainda que a radiocirurgia é realizada através de um sistema de localização da lesão que usa coordenadas cartesianas para definir, com máxima precisão, a localização do alvo. “Dessa maneira, a margem de erro é inferior a um milímetro”, complementa.

Considerada referência internacional, de acordo com o supervisor de radioterapia, Angel Martinez, a Radialis possui ainda a única mesa robótica do Estado de Minas Gerais.

“Graças à alta tecnologia e qualidade inquestionável, conseguimos localizar lesões pequenas. Para se ter uma ideia, utilizamos um acelerador linear de partículas para a realização da radiocirurgia. Isso significa que podemos tratar de lesões de formatos irregulares”, diz.

O que é MAV

A Malformação Arteriovenosa é uma anormalidade congênita dos vasos cerebrais, sendo considerada uma patologia benigna, que pode causar dor de cabeça, náuseas, vômitos e tontura, além de crises convulsivas e hemorragia intracraniana.

De acordo com os especialistas, após os episódios de sangramento, o risco morte é significativo. Por isso, em alguns casos, a cirurgia convencional não é possível, devido aos riscos relativos ao procedimento.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).