Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Saci Pererê

A polícia de Montes Claros cidade ao norte do Estado de Minas Gerais, divulgou um intrigante roubo de sapatos em uma loja de calçados do centro da cidade. Só um pé de sapatos foi afanado. O dono do comércio avisou aos oficiais, convicto: foi o Saci Pererê o autor do furto. O suspeito, apontou o comerciante, era um “escurinho” que usava uma toca vermelha e uma cueca também vermelha  e que só tem uma perna. A polícia incrédula na inusitada confissão montou estratégia para prender o larápio dos contos de fábula. Por incrível que pareça o comerciante não havia se enganado era realmente o personagem do nosso Folclore praticando crimes. Os investigadores Danilson Magalhães e Aristeu Campo belo não conseguiram se quer sair do lugar onde estavam para deter o criminoso, segundo eles o Saci nunca andava sozinho, no mínimo a Mula-sem-cabeça ou o Boi-Tatá poderiam estar por perto. Foi então que no outro dia chamaram o investigador Nogueira que sem o menor temor ajudado pelo parceiro Nicão Cavalgada deu um tiro de alerta na perna invisível do Saci, que por medo de que o próximo fosse na perna boa levantou as mão e se entregou. Na delegacia descobriu-se que o Saci é ninguém menos que o famoso “Zé Perna” que cumpria pena de dois anos por assalto a poucos dias fora beneficiado com o regime semi-aberto, de acordo com ele  aquela fantasia trata-se de uniforme de trabalho, durante o dia era o Saci da Escola Infantil Sitio do Pica-Pau-Amarelo.

Histórias do Face

Ao longo da sua história o Facebook não só separou, mas também foi responsável por unir casais. Entretanto, nem sempre a história termina com um final feliz. Um dos casos  é  de um rapaz da Indonésia que conheceu sua mulher graças à rede social e, um tempo depois, descobriu que, na verdade, “ela” era “ele”.O marido começou a desconfiar quando Fransiska, sua “esposa”, se negava a ter relações sexuais com ele, mesmo dormindo na mesma cama. A história se espalhou pela vizinhança, que começou a ameaçar arrancar as roupas da mulher a fim de revelar seu verdadeiro sexo. Fransiska, então, entregou-se à polícia e agora pode ficar presa por até sete anos por fraude e falsificação de documentos. Fato semelhante aconteceu na cidade de Juramento há pouco mais de 20 km de Montes Claros no Norte de Minas Gerais, Adailton conheceu Patricia na rede social e ao vê-la pessoalmente sentiu que a paixão era forte, passeou com ela de mãos dadas pela pequena e pacata cidade sentando-se bucolicamente a beira da barragem para saborear um peixe frito com cervejas e caipirinhas, um primo de São Paulo que estava passando férias desconfiou que alguma coisa não batia e avisou  o parente “Primo, cuidado que esta Maria tem um jeito danado de João!” Mas o homem apaixonado só queria beijar e ser feliz. Passaram uma noite, duas noites e uma semana juntos. Se amasiaram e foram morar em Glaucilandia, lá um tio que ouvira falar da história chamou o sobrinho e disse “Meu filho você tem certeza que está Joana não é José?!” O rapaz então pela primeira vez se rebelou, “É João é José é o caralho, mas eu gosto e ninguém tem nada a ver com isto! Me deixe em paz que eu não estou pedindo arruela emprestada a ninguém, porra!”

Anús l

Montes Claros – Uma briga entre vizinhos, em um edifício da cidade, acabou com um pedido no mínimo incomum, no Tribunal de Justiça (TJ) de Minas Gerais. Para se defender de uma ação por danos morais, uma mulher da Vila Guilhermina  pediu que fosse feita uma perícia no ânus do autor do processo. Ela foi condenada a pagar R$ 8 mil de indenização. O autor em questão é síndico de um  famoso Edifício. Sérgio de Carvalho  de Almeida de 58 anos, acionou a moradora Marta Regina Australia  Moreno na Justiça, depois de ela ter posto em dúvida sua opção sexual e o ofendido com xingamentos, como “diabo dos infernos”, como ele afirma no processo. A briga aconteceu em abril do ano passado, numa reunião de condomínio (. Tenho o maior respeito pelos homossexuais. Mas é injusto você chamar uma pessoa de uma coisa que ela não é. O maior motivo de eu ter movido a ação foi porque ela me ofendeu, falou do meu caráter, me difamou e ofendeu minha mãe, Orozimba Coité  de 86 anos – disse o síndico. O que mais chamou a atenção no processo, no entanto, não foi a briga entre os vizinhos, mas, sim, o que Marta, que é advogada, requereu como prova para atestar sua inocência.

– Ela pediu que fosse feito exame de corpo de delito no meu ânus, porque, uma vez comprovada a minha homossexualidade, isso aisentaria de culpa – explicou Sérgio.

Anús ll

Nem poderia estar falando tanto de anús em plena sexta-feira santa, Deus que me perdoe, mas este é o meu trabalho, se eu não escrever não tenho dinheiro para fazer a feira e pagar as bijouterias que minha mulher compra no Shopping Popular. Mas outro fato anal foi denunciado pelo Jornal O Tempo de contagem e a briga está fervendo. Um casal dono de um famoso restaurante da Capital responsável pela dieta do time do America Futebol Clube está se separando, a esposa acusa o marido de infidelidade e ele a acusa de falso testemunho. Marya Almandina e Lucyentes de 56 anos disse em juízo que o marido tem caso com um jogador de futebol de uma equipe da segunda divisão do futebol paulista, fotos comprometedoras feitas por detetive particular mostram  o homem em intimidade com o atleta, o pior segundo ela é que ele faz o papel de passivo. Ao negar o fato e não querer dar a parte que ela pede na partilha dos bens, ela solicitou  na justiça que o anus do infiel  passasse por uma minuciosa contagem de pregas, para comprovar o grau de abertura do orifício. Segundo o proctogilista Danilo Mascarenhas é possível detectar se foi dedo na próstata ou outro instrumento usado para objetivos prazerosos.

Riso da Hora

Em uma certa cidade havia um menino chamado Jesus,certo dia a mãe dele disse; ”Jesus và ao mercado e compre 01  kilo  de fubá!” mas o menino disse :” Mãe eu não sei onde fica o mercado” ela disse; “Vai e lá na frente você vai ver um monte de pessoas, filha de uma égua, tá com preguiça é?”. E lá foi ele xingando… passou em frente ao mercado e estava fechado dai viu uma casa e entrou pensando que fosse ,mas era uma igreja …dai ele ouviu o pastor dizer;

“Irmãos Jesus veio aqui pra nôs salvar..!” Ele  respondeu imediatament “Oxii salvar, é mentira gente, eu quero só 01 kilo de fubá e já estou voltando!”

Fica assim, amanhã tem mais..

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).