Inicio » Economia » FMI prevê recessão para o Brasil em 2015

FMI prevê recessão para o Brasil em 2015

Uma das maiores economias do mundo continua enfraquecida pela inflação, problemas no setor privado e o enorme escândalo de corrupção na Petrobras, segundo relatório do FMI.

FMI prevê recessão para o Brasil em 2015
FMI prevê recessão para o Brasil em 2015

Como as economias emergentes da China, Índia e África do Sul, o Brasil precisa implementar reformas na educação, trabalho e indústria para elevar a competitividade e a produtividade, afirma a instituição.

Previsão global

Depois de registrar um crescimento de 3,4% em 2013 e 2014, a economia mundial parece percorrer um caminho sustentável de leve aceleração, com 3,5% em 2015, que deverá seguir em 2016 com 3,8%.

Ainda segundo o Fundo, a economia chinesa crescerá 6,8% em 2015.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).