Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Deus dará o perdão?

Um homem foi preso em Ames, no estado de Iowa (EUA), por assaltar uma igreja e assistir a filme porno dentro do templo. Segundo a polícia local, Charles E. Bentley, de 55 anos, teria levado alguns itens durante o dia e, à noite, resolveu dormir no porão da igreja, onde aproveitou para assistir a filmes pornográficos no equipamento do local. O assaltante foi preso na manhã seguinte, ao ser apanhado pela polícia quando saia pelos fundos da igreja empurrando um pequeno container repleto de equipamentos, incluindo uma TV de 26 polegadas. Nas delegacia os fiéis queriam linchar o homem, mas  se chocaram com a declaração  de que entrara para saquear a caixinha do Padre, quando viu aquele tanto de filmes pornograficos  de Brasileiras como : Vivi Fernandes, Rita Cadilac e Bruna Ferraz, Assistiu e não suportando a força da mente, masturbou-se, mas pediu perdão a Deus rezou o Pai Nosso. Afirma ainda que só levou a Televisão e o aparelho de DVD como forma de punir o Padre pecador, assim ele e os outros não assistem mais ali dentro.

Pergunte  ao moto-taxista 

Ei moto taxi! tem como levar minha cunhada  no centro?

História rápida de baitolagem animal

Minha tia Evita que mora em João Pessoa tivera nos anos 80 um cachorro de nome Virgulino, bonito e robusto que era só elogios. Tanto que no aniversário de 03 anos ganhara de presente um chapéu de estrelas feito aquele do cangaceiro famoso. Mas infelizmente por motivo de segurança meu tio Idelito tivera que sair com Virgulino no cair da noite vindo embora para Minas com mudança e tudo mais, ou correriam sérios riscos de pagar com a vida a desfeita orquestrada pelo cão. Que paramentado com o chapéu de cangaceiro se deu ao disfrute de servir de montaria para um cachorro seco e vira-latas de um botequeiro vizinho.

Lendo o Futuro pela Bunda

 A grande novidade que promete mexer com o mundo dos famosos é a  “Rumpologia”  ciência da leitura da bunda. A vidente e astróloga  americana Jacqueline Stallone, mãe do ator e diretor  Silvester Stallone, esteve no Brasil e disse que os principais acontecimentos dos últimos tempos foram  revelados na bunda. A ciência é exata e  promete prever catástrofes através das linhas fendas, cavidades e dobras das nádegas, “Quero  ler meu  futuro na bunda  da Mulher Melancia”. Disse um internauta.   “Na realidade, Rumpologia na forma textual quer dizer a leitura dos fundos… Enquanto  uns lêem mãos, outros lêem cartas, outros pedrinhas, alguns lêem os lábios…Mas nenhum resultado se compara a bunda”. Disse a Astrologa que viajou para os Estados Unidos após um Work Shop de um mês no Rio de Janeiro e Minas Gerais, onde varias autoridades foram capacitadas para fazer a leitura. De acordo com ela a técnica vêm dos Babilônicos, Gregos, Indianos e Romanos ( não me surpreende, já que os Romanos liam até vísceras de animais ) Segundo o site da vidente de Santa Mônica, na Califórnia, “as impressões são altamente individuais e não há duas pessoas que compartilham as mesmas marcas nas nádegas”. A técnica diz que na nádega direita é possível ver o passado e na esquerda, o futuro. A Rumpologia pode ser realizada tanto pelo tato, visão ou utilizando cópias das nádegas. Ideal para maridos ciumentos ) Além de leituras ao vivo, Jackie Stallone vai realizar leituras das nádegas usando por correio eletrônico fotografias digitais, Dez bundas de anônimos do Brasil serão sorteadas para a leitura ao vivo na próxima sexta-feira. Um assessor de assuntos especiais da Seleção Brasileira na Copa do Mundo no Brasil, informou que é  adepto da Rumpologia e que na véspera do jogo contra a Alemanha tomava sauna descontraído com a comissão técnica, num dado momento  viu que tinha merda na bunda esquerda do Felipão, todavia não conseguiu que ninguém lhe desse ouvidos, o resultado todo mundo já sabe. Jacqueline Stallone pede que o povo Brasileiro convença Dilma a enviar uma foto da sua bunda para ver se ela continua lutando ou se entrega a faixa de capitão para outra pessoa, lembrete, durante sua estadia no Brasil ele leu a bunda de Aécio Neves, Michel Temmer, Renan Calheiros, Graça Foster e Tiririca. Gugu quer levá-la ao vivo no seu Programa para ler as bundas de Suzane Richtoffen e Bruno.

Quando o tamanho é documento

Uma nigeriana pediu o divórcio depois de ficar casada por somente uma semana, após descobrir que o marido tinha o pênis muito grande Aisha Dannupawa, de Zamfara, Estado da Nigéria, tinha sido casada com Ali Maizinari há apenas uma semana, quando pediu a anulação do casamento a um tribunal. De acordo com a mulher, a razão era “enorme”. Ela alegou que a única razão era que não poderia lidar com o tamanho do membro do marido. A dona de casa relatou no tribunal a sua primeira experiência íntima o com marido. Ela disse: “Ao invés de desfrutar do sexo, tudo acabou sendo um pesadelo”. A nigeriana ainda disse que sua mãe lhe deu alguns medicamentos para que conseguisse continuar transando com o marido, porém não adiantou, já que a segunda noite foi tão ruim quanto à primeira. “Minha mãe disse que com o tempo eu me acostumaria, mas depois da segunda vez percebi que era demais para eu suportar”, acrescentou. O marido não negou as acusações e disse que se divorciaria caso tivesse o dinheiro da cerimônia de casamento devolvido. Ao ler a noticia publicada no Diário de Tókio um dos jornais mais vendidos no país o empresário do ramo de celulares falsificados Takufhuru Nuku que por coincidência havia tomado um “pé na bunda” da esposa brasileira Areta Marieta pelo inverso da nigeriana, Ficou todo aceso durante um bate papo com Aisha Dannupawa numa rede social chegando a exibir-se de corpo inteiro na intenção de conquistá-la. Porém ela educadamente disse a ele que no momento não pretendia se relacionar seriamente com ninguém, qualquer coisa depois lhe dava o toque. Lembrando que Areta Marieta é ex-amasia do ator pornô Kid Bengala, tamanho para ela é documento.

 Riso da Hora

Uma professora pergunta a seus alunos:

– Se existem cinco passarinhos em um galho e você atira em um, quantos sobram?

– Nenhum – responde Juquinha – Todos saem voando com o barulho do tiro.

A professora fica surpresa com a resposta.

– Não era essa a resposta que eu esperava, mas… eu gosto do seu jeito de pensar.

– Eu posso fazer uma pergunta pra senhora? – pediu Juquinha.

– Pode Juquinha.

– Existem três mulheres sentadas em um banco com picolés.

Uma está lambendo, outra está chupando e a terceira está mordendo. Qual delas é casada?

A professora fica vermelha e responde timidamente:

– A que está chupando.

– Não, a casada é a que tem aliança na mão esquerda, mas eu gosto do seu jeito de pensar !!!

Fica assim, amanhã tem mais..

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).