Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários; (Aumento e também invento)

Recordando
No mês de dezembro ultimos dias de 2014, a imprensa noticiou um fato interessante e digno de ser exemplo, No Rio de Janeiro do topless e das balas perdidas, uma aluna de 9 anos resolveu encorajar seu professor escrevendo-lhe uma carta de apoio  após ele contar que era  homossexual para a turma de alunos. Ele expôs sua sexualidade durante uma lição sobre bullying e homofobia. “Caro Sr. R  Mesmo que você seja gay, vou sempre tratá-lo da mesma forma como faço agora. Continuo pensando em você da mesma forma que antes. Você é um grande professor e estas são apenas algumas das palavras que usaria para descrever você: ótimo, incrível, fantástico, brilhante, impressionante e corajoso…

Continua

Já na pequena cidade de Itatira, a 176 quilômetros de Fortaleza, gays e lésbicas reclamam de preconceito e agressões por parte da população local. Segundo eles, há moradores que evitam até mesmo dividir o mesmo espaço o público LGBT. E a televisão sensacionalista afiliada da Record, abriu espaço para uma mãe desabafar com uma carta sobre a condição do filho.  Dona Silvestra de Zé Ribamar de 64 anos apareceu chorosa com  uma carta endereçada ao  filho Antonio de Ribamar Severino, conhecido no meio gay como “Katiuscia Matarazzo”. Ela contou a reportér que esta tentativa era o desespero de uma mãe que tivera um único filho e queria que ele voltasse a ser macho para se casar com uma vizinha. Mas infelizmente fugira para São Paulo  com integrantes da Parada Gay e ela o quer de volta. A leitura foi feita pela reporter já que a senhora não sabia ler, ditara para o sobrinho as palavras. “Filho, você não sabe o quanto seu pai está de lundum, eu nem se fala até um gole dágua que tomo é de um aperreio só! Em nome do nosso senhor Jesus Cristo e do Santo Padim Pade Ciço, essa baitolage vai sair de tú. E você voltará pra casa, se apressa viu menino! A mãe ama você e a Selestina do vei Janú, disse que tá só te esperando.

Homens da Lei

Tive um amigo que declarava  aos quatro ventos que morria  de medo da policia. Eu nunca conseguia  entender  como um cara que morava bem, tinha carro zero para andar e comia a menina que quisesse, sustentava  uma  neurose daquelas. Até o dia em que me auto-convidei para ir na sua casa, com o endereço que consegui a preço de ouro, na chegada fui recebido por um sujeito de toca ninja na cara e fuzil AR 15 na mão, perguntei se ele estava “Sim o chefe está” mas fui revistado até nas pregas do botão. Quando cheguei até ele, fiquei surpreso em saber como ele conhecia minha família, falara o nome de todos, rotina minuciosa inclusive que na época minha irmã estava saindo com um cara casado, por fim fizera o mapa sobre minha pessoa mostrando quem eram meus amigos com quem eu andava e o maior de todos os segredos, os filmes pornôs de Rita Cadillac que eu tinha escondido numa pasta preta no fundo de um baú antigo que só possuía uma copia da chave. Resumindo entendi tudo, o seu medo da policia e todo aquele  seu cuidado por mim e meus familiares.

Linguagem Peculiar

O meliante ao sentir a aproximação da guarnição, veio cair ao solo sendo conduzido para a 60 DP, a queda provocou no citado cidadão em conflito com a lei a quebra frontal do pau do nariz, roxidão nos dois olhos, quebra de dois dentes, fratura no ante-braço esquerdo, quebra de quatro costelas. Além de lesões nos testículos.

Medo com razão

Esse ex-amigo tinha seus motivos para temer, mas nada explica certos atos cometidos pela policia, por exemplo entrevistei ano passado para o Blog Cidadania Afetada o carroceiro Dalmacir Bento de Jesus Soares, que move ação contra o Estado por abuso de poder por policiais da ROTAM. Segundo ele descarregava seu entulho em uma caçamba da Prefeitura quando passaram dois sujeitos correndo, pouco depois uma viatura da ROTAM parou e desceram quatro policiais de armas em punho, um deles perguntou se ele havia presenciado dois sujeitos passarem por ali, ele disse sim, perguntaram para onde foram ele disse que não, um mais alterado quis saber por quê ele não respondia olhando para eles, ele respondeu que estava com pressa de terminar seu serviço. Por estas palavras fora  agredido com um tapa na orelha, ao questionar a violência levou outra bofetada e mais algumas que   não consegue se lembrar quantas. Só frisa que ao sentir que o mundo estava acabando em porradas, gritara que os bandidos teria  corrido para um bueiro aberto nas proximidades, deixando-o com as dores pelo corpo. O pior é que os ladrões voltaram pouco depois que os policiais se foram e o chamaram de alcagüete, bateram tanto nele que o SAMU precisou ser chamado para os primeiros socorros.

Riso da Hora

O caipira estava pescando no rio com a vara de pescar na mão e uma folhinha de capim na boca. De repente chega uma velhinha numa cadeira de rodas, se aproxima dele e puxa conversa. Conversa vai, conversa vem até que a velhinha diz:- Olha pra mim, meu filho, eu nunca fui abraçada. O caipira coloca a vara no chão, tira a folhinha de capim da boca, dá um abraço na velha e depois volta pra pescaria. Depois de algum tempo a velha torna a dizer: – Olha pra mim, meu filho, eu nunca fui beijada. O caipira coloca a vara no chão, tira a folhinha de capim da boca, dá um beijo na velha e depois volta pra pescaria. Depois de mais algum tempo a velha diz: – Olha pra mim, meu filho, eu nunca fui amassada. O caipira coloca a vara no chão, tira a folhinha de capim da boca, dá um amasso na velha e depois volta pra pescaria. Passou-se mais um tempo e a velha diz: Olha pra mim, meu filho, eu nunca fui fodida. O caipira coloca a vara no chão, tira a folhinha de capim da boca, coloca a velha na grama, quebra a cadeira de rodas, a joga no rio e diz pra velha:

– Agora a senhora tá fodida! Quero ver a senhora voltar a pé.

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).