Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Audiência pública debate situação do programa Minha Casa Minha vida em Montes Claros

Montes Claros – Audiência pública debate situação do programa Minha Casa Minha vida em Montes Claros

Montes Claros – Audiência pública debate situação do programa Minha Casa Minha vida em Montes Claros

Eduardo Madureira (PT)
Eduardo Madureira (PT)

A pedido dos vereadores, Eduardo Madureira (PT) e Gêra do Chica (SSD), a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais promoveu nesta sexta-feira (08/05), na Câmara Municipal de Montes, audiência pública para  discutir o programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida no Município.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O programa visa garantir um conjunto de ações para possibilitar o desenvolvendo social, através do aceso à moradia digna e a serviços básicos como saúde, educação, assistência social, segurança pública e transporte.

De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da LMG, o deputado Estadual Cristiano Silveira, o intuito da audiência é postular os problemas da população, esclarecer dúvidas e encaminhar as solicitações aos órgãos responsáveis.

A secretária do Centro de Defesa e Apoio a Cidadania, Sônia Gomes Oliveira destacou os principais problemas que o Centro encontra no apoio às famílias. “O Conselho deveria receber primeiro a relação de beneficiados antes da distribuição das casas, nós temos muita dificuldade em acompanhar essas famílias. Não basta somente dar casas para o povo, é necessário que tenham no mínimo saúde e educação. O programa não é ruim, mas a efetivação e execução dele em Montes Claros não está funcionando”, afirma a secretária.

O Vereador Eduardo Madureira afirma que os problemas envolvendo o Minha Casa Minha Vida é um assunto que deve ser muito bem analisado e solucionado. “Não é de hoje que discutimos essa questão, a situação das famílias que vivem em áreas de risco é lamentável. A população está pedindo socorro, o programa não está sendo bem administrado”.

Segundo o parlamentar Gêra do Chica, não foi executado nenhum trabalho social nos empreendimentos habitacionais. “As famílias que vivem há anos em locais identificados como áreas de risco não estão tendo prioridades nos sorteios. Existem casas nos bairros Castelo Branco e Vila Mauriceia que estão caindo, construídas de qualquer jeito, sem água tratada. Esse programa não é só habitacional é também uma forma de buscar qualidade de vida para os moradores”, pontua o parlamentar.

“O nosso papel é exatamente esse, ouvir as pessoas e suas reivindicações. Vamos levar essas questões para a próxima reunião ordinária na Assembleia”, afirma o presidente da Comissão de Direitos Humanos da LMG, o deputado Estadual Cristiano Silveira.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).