Inicio » Educação » Educação – Unimontes comemora 53 anos com destaque para a inovação tecnológica‏

Educação – Unimontes comemora 53 anos com destaque para a inovação tecnológica‏

Uma instituição em crescimento, que investe na inovação tecnológica, em obras físicas e na ampliação da pós-graduação Stricto sensu com o incremento das atividades de ensino, pesquisa, extensão e da prestação de serviços à comunidade. Este é o perfil da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), que comemora 53 anos de ensino superior público no Norte de Minas neste domingo (24/05).

Educação - Unimontes comemora 53 anos com destaque para a inovação tecnológica‏
Educação – Unimontes comemora 53 anos com destaque para a inovação tecnológica‏

Por meio da Lei Estadual 2.615, de autoria do ex-deputado Cícero Dumont, em 24 de maio de 1962 foi criada a Fundação Norte-Mineira de Ensino Superior (FUNM). Em 1989, por intermédio da Constituição Mineira, a FUNM foi transformada na Universidade Estadual de Montes Claros.

“Ao comemorar 53 anos, a Unimontes avança como uma universidade consolidada e comprometida com o ensino superior público de qualidade. Supera desafios, com objetivos muito bem delineados alinhados com as perspectivas do desenvolvimento regional”, afirma o reitor, professor João dos Reis Canela.

O reitor destaca que, juntamente com a melhoria das ações do ensino, pesquisa e extensão, a universidade tem como prioridade “estabelecer os atos do concurso público para docente, buscando a regularização funcional da maioria dos seus professores”. O concurso público cujo processo foi iniciado no segundo semestre de 2014 visa o preenchimento de 637 vagas, divididas em 27 editais, publicados separadamente por cada departamento.  “Também temos como meta a regularização de todo corpo técnico-administrativo, ação indispensável para o pleno desenvolvimento da nossa instituição”, completa o reitor.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

A comunidade universitária é formada por cerca de 12 mil alunos distribuídos em 134 cursos, sendo 56 deles regulares de graduação e os demais: licenciatura, a distância (graduação), técnico-profissionalizantes (presenciais e a distância), pós-graduação Lato sensu (presenciais e a distância) e Stricto sensu (próprios e interinstitucionais). Somente nos cursos regulares de graduação são 7.830 alunos matriculados, sendo 5.473 alunos no campus-sede e 2.357 nos campi de Almenara, Bocaiúva, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Paracatu, Unaí, Pirapora, Salinas e São Francisco, além dos núcleos avançados de Joaíma e Pompéu.

 A Unimontes alcançou a marca de 50.089 profissionais graduados em seus diversos cursos, de dezembro de 1966 a dezembro de 2014.

Nos cursos de graduação regulares são oferecidas 2.713 vagas anuais. A instituição também ganha destaque na educação a distância, fortalecida por intermédio dos programas da Universidade Aberta do Brasil (UAB), desenvolvidos em parceria com o Ministério da Educação; e Uai-Tec, em parceria com o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).  No sistema a distância são mais de 3,4 mil alunos matriculados, nos cursos das áreas de Administração Pública, Artes Visuais, Ciências Biológicas, Ciências da Religião, Ciências Sociais, Educação Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português e Pedagogia, atendendo 73 municípios.

A capacitação dos professores é incentivada como ferramenta para a melhoria da qualidade de ensino na instituição, cujo corpo docente alcançou o percentual de 54,55% de titulação Stricto sensu. De um total de 1.472 professores, 803 contam com títulos de mestre, doutor e pós-doutor.

PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

A ampliação dos cursos de pós-graduação Stricto sensu é uma das prioridades da instituição.  Estão em funcionamento os mestrados profissionais em Biotecnologia, Letras/Estudos Linguísticos e Cuidados Primários em Saúde (e os mestrados acadêmicos em Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Desenvolvimento Social, Geografia, História, Letras/Estudos Literários, Produção Vegetal no Semiárido, Modelagem Computacional e Zootecnia, totalizando 469 alunos matriculados. Também são ministrados os doutorados em Ciências da Saúde e Produção Vegetal no Semiárido. Neste primeiro semestre de 2015, foram iniciadas as atividades do Doutorado em Desenvolvimento Social, aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

A universidade conta com os doutorados interinstitucionais em Geografia, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas); em Ciências Sociais, em conjunto com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Ciências da Religião (parceria com a PUC/SP) e Odontologia Reparadora, oferecido em parceria com a Universidade de São Paulo – USP/Campus Ribeirão Preto. Também são ministrados os mestrados interinstitucionais em Teoria Psicanalítica, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em Artes Cênicas, em parceria com a Universidade Federal.

AVANÇO NA PESQUISA

As atividades da pesquisa são incrementadas, com estímulo permanente à iniciação científica e à integração com a graduação. São desenvolvidos projetos de pesquisa de interesse regional com busca de soluções para os problemas e a melhoria da qualidade de vida das pessoas. As ações são reforçadas com o apoio de organismos estaduais e federais de fomento à pesquisa, como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A instituição conta 52 grupos de pesquisa e 192 linhas de pesquisa, totalizando 600 projetos de pesquisa aprovados. No ano passado, foram aplicados R$ 4.501.658,92 em projetos de investigação científica e tecnológica e outros R$ 5.804.036,46 na pós-graduação, totalizando investimentos da ordem de R$ 10.056.695,38 nos dois setores.

Também é estimulada a investigação científica e tecnológica por parte dos acadêmicos dos diversos cursos de graduação, por intermédio das bolsas de iniciação científica. Em 2014, a universidade totalizou 465 bolsas de iniciação científica, concedidas com recursos próprios e com o apoio dos órgãos e fomento.  Foram ofertadas 55 bolsas de produtividade em pesquisa, além de 12 bolsas de outras modalidades.

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO RECEBE INVESTIMENTOS

Na mesma perspectiva de avanço, é ampliada a prestação de serviços à comunidade na área de saúde, por intermédio do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), o único genuinamente público em Montes Claros e em vasta região geográfica do Estado, atendendo exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital Universitário possui 172 leitos e dispõe de outros 10 leitos do Serviço de Internação Domiciliar – HU em Casa -, pioneiro na região. Nas áreas de urgência e emergência conta com UTI Neonatal e Pediátrica, uma Unidade de Cuidados Intensivos para Adulto e Pronto Socorro de 24 horas.

O HUCF é referência no atendimento ambulatorial em pré-natal de alto risco, portadores do vírus HIV, tuberculose e de outras doenças infecto-contagiosas, especialmente as hepatites. Atende vítimas de acidentes por animais peçonhentos, além de ser referência na prevenção da raiva humana.  O hospital Universitário conta com o Centro de Referência em Assistência à Saúde do Idoso Eny Faria de Oliveira – onde são atendidos os idosos frágeis, integrante da “Mais Vida”, um dos projetos estruturadores do Governo do Estado.

Os investimentos em obras físicas e melhorias no HUCF somaram R$ 16,38 milhões em 2014. Foi iniciada a construção do Instituto de Pesquisa em Saúde, orçado em R$ 1,35 milhão. Com recursos liberados pela Secretaria de Estado de Saúde, foram aplicados R$ 4,7 milhões na aquisição de equipamentos.  Outras ações de destaque executadas são: aquisição de software integrado de gestão hospitalar (R$ 1 milhão, doação do Grupo Alfastar), reforma do sistema elétrico do hospital (R$ 900 mil), reforma da estrutura – piso, reboco e pintura (R$ 960 mil), construção de passarela interna (R$ 220 mil). Por intermédio do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais do SUS de Minas Gerais (Pró-Hosp), foram aplicados R$ 1,86 milhão na aquisição de materiais médico – hospitalares e equipamentos para a assistência e segurança.

OBRAS FÍSICAS

A atual gestão também investe na ampliação e melhoria da estrutura física, objetivando o atendimento das demandas dos cursos e da comunidade acadêmica. Foram aplicados recursos da ordem de R$ 9.725 milhões em obras físicas em andamento ou concluídas nos últimos meses, destacando: o Centro de Pesquisas em Ciências Humanas (R$ 1, 265 milhão), a primeira etapa do Centro Tecnológico (R$ 1.119.864,07) e a reforma e reforma e ampliação do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (R$ 545,6 mil). Outro destaque é a construção do auditório da Unimontes com capacidade para 780 lugares. A 1ª etapa da obra foi de R$ 1,78 milhão, viabilizada com recursos do Governo do Estado.  Também foram concluídos também laboratórios e outras melhorias no Campus de Janaúba, Norte de Minas.

Com a participação direta dos professores, servidores técnico-administrativos, alunos e com o apoio dos parceiros e lideranças regionais, a Unimontes prioriza os esforços para elevar o nível da qualidade da educação e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nas regiões onde está inserida.  Desta forma, ao comemorar 53 anos de existência, a Universidade cumpre a nobre missão de promover o bem-estar coletivo e criar uma universidade cada vez melhor.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).