Inicio » Nacional » Homem de 52 anos é a primeira vítima do vírus Zika em São Paulo

Homem de 52 anos é a primeira vítima do vírus Zika em São Paulo

A transmissão da doença, a exemplo da dengue, se dá por meio da picada do mosquito Aedes aegypti

Homem de 52 anos é a primeira vítima do vírus Zika em São Paulo
Homem de 52 anos é a primeira vítima do vírus Zika em São Paulo

O Instituto Adolfo Lutz confirmou o primeiro resultado positivo de febre pelo vírus Zika no município de Sumaré, localizado na região de Campinas. O infectado é um homem de 52 anos, residente na cidade e sem histórico de viagem nas duas semanas anteriores ao início dos sintomas. Trata-se, portanto, de um caso autóctone.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Os sintomas foram constatados em 10 de março e, atualmente, o paciente já está curado. O caso foi atendido por serviço de saúde da rede municipal de Sumaré, notificado pela prefeitura como suspeita de dengue e direcionado ao Instituto Adolfo Lutz para investigação. Para obtenção do diagnóstico, foi necessário realizar o isolamento e o sequenciamento genético do vírus.

A doença é causada pelo vírus Zika, cuja transmissão ocorre através da picada de mosquitos do gênero Aedes. Em áreas urbanas, o principal vetor é o Aedes aegypti.

Os sintomas abrangem febre baixa, manchas no corpo, coceira e vermelhidão nos olhos. Embora mais brandos do que outras doenças, podem ser confundidos com casos de dengue, Chikungunya e até sarampo.

Em São Paulo, o monitoramento de casos suspeitos tem sido realizado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria de Estado da Saúde, por meio do sistema de vigilância já existente para outras doenças transmitidas pelo mosquito.

Dengue e Chikungunya
Sumaré também ocupa a quarta posição no ranking de cidades com maior número de casos de dengue confirmados no Estado, com 8.126 casos autóctones de dengue em 2015 (até 4 de maio), conforme dado registrado no Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação).

Já a febre Chikungunya não circula no Estado de São Paulo. Desde 2014, foram confirmados 42 casos importados da doença, ou seja, nenhum paciente contraiu a doença no território paulista.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).