Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Cidades do Norte de Minas comemora assinatura do edital da Barragem de Congonhas

Norte de Minas – Cidades do Norte de Minas comemora assinatura do edital da Barragem de Congonhas

Ministro assinou o edital de licenciamento da obra e se comprometeu a trabalhar pela Barragem de Berizal e pela reabertura do escritório da Sudene em Montes Claros
Assinatura de repasse de recursos da União para complementar as ações do  estado de Minas gerais no atendimento aos núcleos Urbanos que se encontram na situação de restrição hídricas com a participação do Ministro da integração nacional, Gilberto Occhi e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.
Assinatura de repasse de recursos da União para complementar as ações do estado de Minas gerais no atendimento aos núcleos Urbanos que se encontram na situação de restrição hídricas com a participação do Ministro da integração nacional, Gilberto Occhi e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.
10-06-2015- Palácio da Liberdade.
Foto: Manoel Marques/imprensa-MG

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o governador Fernando Pimentel assinaram o edital de licenciamento da Barragem de Congonhas, no Norte de Minas, em solenidade realizada no Palácio da Liberdade, na manhã de quarta-feira (10).  Uma reivindicação histórica da região, a obra é fundamental para garantir o abastecimento de água para mais de 500 mil pessoas residentes em Montes Claros, Francisco Sá, Janaúba, Juramento e Capitão Enéas, além de possibilitar a revitalização da Bacia do Rio Verde Grande, sub-bacia do Rio São Francisco.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.
O secretário de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana, Tadeu Martins Leite, comemorou a conclusão de uma luta que se arrasta há anos. “O Protocolo de Intenções com o Ministério foi assinado em 2011, houve o repasse de recursos para a Ruralminas elaborar os estudos socioambientais e desde então não tivemos avanços, enquanto a população norte-mineira sofre com o desabastecimento. Agora sim podemos dizer que a Barragem de Congonhas saiu do papel”, destaca o secretário.
Como o edital de licitação tem prazo especial de 15 dias úteis, o secretário acredita que no início de julho já poderá ser dada a ordem de serviço das obras. “Outra expectativa que temos é sobre a Barragem de Berizal, também discutida, durante a reunião com o ministro. O Governo de Minas se comprometeu em solucionar as questões relativas ao licenciamento ambiental e o ministério vai priorizar R$ 80 milhões em recursos para dar continuidade às obras”, explica Tadeu Martins Leite.
Visando ao aumento do potencial de atração de investimentos para a região, que tem sido alvo de grandes aportes privados nos últimos anos, o secretário Tadeu Martins Leite solicitou ao ministro a reabertura do escritório da Sudene em Montes Claros. “O ministro Gilberto se comprometeu a trabalhar por esta que é uma reivindicação das entidades empresariais norte mineiras e que promete alavancar ainda mais os diferenciais competitivos da região”, afirma.
Na próxima semana, o secretário Tadeu Martins Leite se reúne, em Brasília, com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e com o secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério, Irani Braga Ramos, para dar continuidade às ações de promoção do desenvolvimento regional e local. “Vamos avançar as discussões com o Ministério, em busca de parcerias e recursos para atender a outras demandas históricas da região, como a conclusão das barragens de Berizal, no Alto Rio Pardo; de Guarda-Mor, em Januária; de Vacaria, em Fruta de Leite; de Calindó, em Manga; e para o Projeto Jequitaí, que vai garantir o abastecimento de água em 19 cidades no entorno do município”, conclui.
Barragem de Congonhas
A Barragem de Congonhas terá 72 metros de altura e acumulará 950 milhões de metros cúbicos, para abastecimento humano e geração de energia e o projeto prevê, ainda, a irrigação de aproximadamente cinco mil hectares de área para agricultura. A sua parte física está orçada em R$ 207,4 milhões e atenderá Montes Claros, Grão Mogol, Itacambira e Francisco Sá. Serão necessários mais R$ 600 milhões para a indenização das famílias cujas terras ficarão inundadas, transposição da água para o leito do rio Verde Grande e por fim, as condicionantes ambientais.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).