Inicio » Esporte » Copa América » Copa América 2015 – Brasil estreia na Copa América contra Peru

Copa América 2015 – Brasil estreia na Copa América contra Peru

Um ano depois do vexame na Copa do Mundo em casa, a seleção brasileira faz neste domingo sua estreia na Copa América, contra o Peru, em Temuco, na primeira partida oficial da nova era Dunga.

Seleção de Dunga enfrentará o Peru neste domingo
Seleção de Dunga enfrentará o Peru neste domingo

Desde que voltou ao comando da ‘amarelinha’, depois de uma primeira passagem entre 2006 e 2010, o capitão do tetra ostenta 100% de aproveitamento em dez amistosos, com 21 gols marcados e apenas dois sofridos.

Dunga, que já foi campeão da Copa América duas vezes como jogador (1989 e 1997) e uma como treinador (2007), tem no Chile seu primeiro teste de fogo, com a difícil missão de reconquistar a torcida, ainda assombrada com o fantasma do fatídico 7 a 1 contra a Alemanha.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

O fato é que, apesar dos bons resultados recentes em amistosos, o prestígio da seleção pentacampeã mundial já não é mais o mesmo. “O Brasil já não é o monstro de antes, não é invencível”, provocou o zagueiro Peru Carlos Zembrano em entrevista à televisão peruana.

– Velhos conhecidos –
Azarão do grupo C, o Peru parece condenado a brigar pelo terceiro lugar com a Venezuela, atrás dos favoritos Brasil e Colômbia.

Para contrariar as previsões, a seleção comandada pelo ex-técnico do Palmeiras Ricardo Gareca aposta justamente num jogador que vem dando o que falar nos dois clubes mais populares do futebol brasileiro, o atacante Paolo Guerrero, ídolo do Corinthians, recém-contratado pelo Flamengo.

O jogador de 31 anos foi o artilheiro da última edição, na Argentina, com cinco gols marcados na campanha histórica do seu país, que chegou à semifinais da competição.

Os torcedores rubro-negros, inclusive, têm um motivo extra para secar o Peru: o atacante só poderá fazer sua estreia no Brasileirão quando a seleção andina será eliminada na Copa América.

Dunga convocou apenas cinco jogadores que atuam no país (Jefferson, Marcelo Grohe, Elias, Geferson e Robinho), mas conta com um craque que já brilhou muito em campos brasileiros: Neymar.

– A vez de Neymar –
O craque do Barcelona ganhou a braçadeira de capitão com a chegada do treinador e foi o grande protagonista das dez vitórias seguidas em amistosos, marcando oito dos 21 gols da seleção.

O ex-santista chega embalado ao Chile, com a conquista da ‘tríplice coroa’ (Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol e Copa do Rei) com o clube catalão.

“Vamos sufocar Neymar. Não daremos nenhum espaço. Não podemos deixá-lo pensar, porque é um jogador muito rápido”, avisou o zagueiro peruano Carlos Ascues.

A última vez que Brasil e Peru se enfrentaram na Copa América foi em 2001, na Colômbia, com vitória por 2 a 0 da ‘canarinha’.

O último confronto foi em 2009, já sob comando de Dunga, nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Outro triunfo brasileiro, por 3 a 0, no Beira Rio, com dois gols de Luis Fabiano e outro de Felipe Melo.

No retrospecto geral, o Brasil leva ampla vantagem, com 27 vitórias em 39 jogos.

– Colômbia favorita contra Venezuela –
Pouco antes de Neymar e Guerrero entrarem em campo, no frio de Temuco, será a vez da Colômbia fazer sua estreia na Copa América, contra a Venezuela.

Eliminada pelo Brasil nas quartas de final do Mundial (2-1), em Fortaleza na partida que viu o craque do Barça se lesionar, a seleção ‘Cafetera’ conta com craques consagrados, como James Rodríguez e Radamel Falcao Garcia.

O primeiro fez uma boa temporada com o Real Madrid, mas o segundo nunca reencontrou seu futebol desde a grave lesão que o tirou da Copa e terminou a temporada como reserva do Manchester United.

Falcao busca redenção de visual novo, com cabelo curto, e espera se consagrar neste domingo, em Rancagua, diante de uma seleção sem tradição, que surpreendeu a todos ao chegar às semifinais em 2011.

“Temos muito respeito pela Venezuela, que é um adversário muito forte, e sabemos que vai encarar esta partida de forma especial, o que aumenta a dificuldade de vencê-los”, alertou o técnico da Colômbia, José Pékerman.

Muito mais do que a fraca equipe venezuelana, a principal dor de cabeça do treinador é saber quem vai escalar no ataque, ao lado de Falcao García: os candidatos são Jackson Martínez (Porto), Carlos Bacca (Sevilla) e Teófilo Gutiérrez (River Plate).

–Prováveis escalações de Brasil-Peru:

Brasil: Jefferson – Dani Alves ou Fabinho, Miranda, David Luiz, Filipe Luís – Elias, Fernandinho, Willian, Phillipe Coutinho – Diego Tardelli (Roberto Firmino), Neymar. T: Dunga.

Peru: Pedro Gallese – Luis Advíncula, Carlos Zambrano, Carlos Ascues, Juan Vargas – Cristhian Cueva, Carlos Lobatón, Joshepmir Ballón, Joel Sánchez – Paolo Guerrero e Jefferson Farfán. T: Ricardo Gareca.

–Prováveis escalações de Colômbia-Venezuela:

Colômbia: David Ospina – Camilo Zúñiga, Cristian Zapata, Jeison Murillo, Darwin Andrade – Edwin Valencia, Carlos Sánchez, Juan Guillermo Cuadrado, James Rodríguez – Teófilo Gutiérrez y Radamel Falcao García. T: José Pekerman.

Venezuela: Daniel Hernández – Roberto Rosales, Oswaldo Vizcarrondo, Andrés Túñez, Fernando Amorebieta – Tomás Rincón, Juan Arango, Ronald Vargas, Josef Martínez, Alejandro Guerra – Salomón Rondón. T: Noel Sanvicente.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).