Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Levantamento da Prefeitura revela fraudes no Programa Bolsa-Família em Montes Claros

Montes Claros – Levantamento da Prefeitura revela fraudes no Programa Bolsa-Família em Montes Claros

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira, 15, o assessor de Gabinete André Mori, e a diretora de Assistência Social da Prefeitura de Montes Claros, Simone Torres Gusmão, anunciaram que o município vem realizando, por determinação do Prefeito Ruy Muniz, desde o ano passado, um levantamento das famílias que atualmente são atendidas pelo programa Bolsa-Família na cidade.

Até o momento, já foram identificadas mais de 100 beneficiários em situação irregular, inclusive a companheira e dois filhos de Rodrigo Maia de Oliveira (Rodrigo Cadeirante), que atualmente exerce o cargo de vereador do município.
Até o momento, já foram identificadas mais de 100 beneficiários em situação irregular, inclusive a companheira e dois filhos de Rodrigo Maia de Oliveira (Rodrigo Cadeirante), que atualmente exerce o cargo de vereador do município.

Cerca de 26 mil famílias pessoas são beneficiadas pelo programa de transferência de renda do governo federal no município, e metade delas já foram visitadas por técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, responsável pela gestão do programa na cidade.

Até o momento, já foram identificadas mais de 100 beneficiários em situação irregular, inclusive a companheira e dois filhos de Rodrigo Maia de Oliveira, que atualmente exerce o cargo de vereador do município. Segundo a apuração da Secretaria, o benefício foi pago entre janeiro de 2010 e janeiro de 2015, quando o pagamento foi suspenso.

Após a completa apuração dos dados pela equipe da Secretaria de Prevenção à Corrupção, chefiada por José Pedro de Oliveira, as informações serão encaminhadas para o Ministério Público e Polícia Federal.

Vale lembrar que o salário de um vereador é de R$ 15 mil, fora os penduricalhos, como auxílio disso e auxílio daquilo.

O vereador Rodrigo Cadeirante nega ter conhecimento dos saques realizados no período em que atua como vereador.

Apesar de desconhecer os saques, Rodrigo defende que a esposa seja punida caso fique comprovada a irregularidade.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



2 comentários

  1. Isso é um absurdo tanta gente que não precisa e pega enquanto muitos nescecitados precisando deveria cortar deichar só Pra quem nescecita mesmo

  2. Tenho vergonha e do nosso prefeito,q alem de baixo e mentiroso,falso dicimulado. Quem realmente conhece o nosso vereador sabe q ele seria incapaz de uma baixaria dessas. Ao contrario de nisso dignissimo prefeito q alem de tudo o q eu disse dele e ladrao comfirmado. Mas como diz o ditado: o q e comido e esquecido.somos pobres mas uma coisa temos onestidade. E nao precisamos provar para ninguem,quem nos conhece sabe.