Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Em debate o aumento da energia elétrica para irrigantes

Norte de Minas – Em debate o aumento da energia elétrica para irrigantes

Os impactos dos aumentos na tarifa de energia elétrica para os irrigantes do Norte de Minas serão tratados em audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (Almg) amanhã, quarta-feira, dia 17 de junho. A reunião será às 10 horas, no Plenarinho III, e foi solicitada pelo deputado estadual Gil Pereira (PP), presidente da comissão.

Norte de Minas - Em debate o aumento da energia elétrica para irrigantes
Norte de Minas – Em debate o aumento da energia elétrica para irrigantes

Segundo o parlamentar, o objetivo da reunião é debater maneiras para reduzir o custo da energia para a agricultura irrigada no semiárido mineiro. De acordo com informações do seu gabinete, alguns produtores rurais do Norte de Minas, inclusive os da região da Serra Geral de Minas, neste caso representados pela Associação dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte) e pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, reclamam de aumento de até 80% na tarifa de energia elétrica somente neste ano, conforme variáveis como horário de consumo, potência utilizada nos sistemas de aspersão e a bandeira vermelha aplicada.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Esse aumento no preço da energia pode levar à queda da produção agrícola no Norte de Minas e à inviabilização dos empreendimentos, com a consequente perda de postos de trabalho. A região conta com os perímetros de irrigação de Jaíba e Pirapora, além de Gorutuba (em Janaúba e Nova Porteirinha). Ao todo, são cerca de 50 mil hectares de agricultura irrigada em estabelecimentos privados e outros 25 mil hectares em perímetros públicos de irrigação na região.

​Foram convidados para a reunião os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir de Araújo Rôso Filho; e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz Reis Filho; o presidente da Cemig, Mauro Borges; a diretora-presidente da Copasa, Sinara Inácio Meireles Chenna; o presidente do Sindicato Rural de Janaúba, José Aparecido Mendes Santos, que também é diretor da Federação da Agricultura de Minas Gerais (Faemg) e presidente da Associação dos Sindicatos dos Produtores Rurais do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha (Aspronorte);

E também o presidente da Confederação Nacional dos Bananicultores, Dirceu Colares Moreira; o presidente da Abanorte, Saulo Bresinski Lage; o vice-presidente da Faemg e presidente do Sindicato Rural de Montes Claros, Ricardo Quadros Laughton; o presidente da Associação dos Irrigantes do Norte de Minas, Orlando Machado Pinto; o gerente regional da Emater-MG, Ricardo Peres Demicheli; o gerente executivo do Distrito de Irrigação de Jaíba, Marcos Braga Medrado; o presidente da Sociedade Rural de Montes Claros, Osmani Barbosa Neto; o presidente da Associação dos Usuários do Projeto Pirapora, Heroyki Shirado; e o secretário executivo da Associação dos Usuários do Projeto Pirapora, Nadson Alexandre Alves Martins.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).