Inicio » Mais Seções » Famosos » Morre o escritor americano James Salter aos 90 anos

Morre o escritor americano James Salter aos 90 anos

O escritor americano, que morava em Bridghampton (estado de Nova York), faleceu durante uma aula de ginástica.

Salter foi premiado pelo conjunto de sua obra pela Academia de Artes e Letras dos Estados Unidos
Salter foi premiado pelo conjunto de sua obra pela Academia de Artes e Letras dos Estados Unidos

.

O escritor americano James Salter, autor de seis romances em seis décadas, faleceu na sexta-feira aos 90 anos, informou o editor francês Oliver Cohen, diretor da Éditions de L’Olivier.

O escritor americano, que morava em Bridghampton (estado de Nova York), faleceu durante uma aula de ginástica, segundo o editor francês, que confirmou notícias da imprensa dos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O primeiro romance de Salter, “The Hunters”, foi publicado em 1956 nos Estados Unidos.

Na obra, em grande parte autobiográfica, Salter, ex-piloto da Força Aérea dos Estados Unidos, conta o dia a dia dos pilotos de caça durante a guerra da Coreia.

Salter, nascido em 10 de junho de 1925 em Nova York com o nome James Horowitz, formado na prestigiosa academia militar de West Point, trabalhou no Pentágono depois da guerra.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Enviado para a França, começou a escrever e depois passou a se dedicar integralmente à tarefa, abandonando o exército após a publicação de seu primeiro livro, que foi adaptado para o cinema em 1958 por Dick Powell com o título “Raposas do Espaço”, protagonizado por Robert Mitchum.

“A ideia de ser escritor é fazer do grande acúmulo de dias algo que perdure”, disse na época.

Em 1967 ganhou fama internacional com seu terceiro livro, “A Sport and a Pastime”, que se passa na França.

Também publicou “Light Years”, “Solo Faces” e “Última Noite e Outros Contos”, que recebeu o prêmio PEN/Faulkner em 1988.

Premiado pelo conjunto de sua obra pela Academia de Artes e Letras dos Estados Unidos, Salter publicou sua autobiografia, “Burning The Days”, em 1998.

Seu último livro, “Tudo que é”, foi publicado em 2014 e evoca mais uma vez as recordações de guerra, mas também a busca do amor perfeito, o desencanto, a glória e sua insignificância. A obra recebeu muitos elogios ao redor do mundo.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).