Inicio » Esporte » Copa América » Copa América 2015 – CBF desiste de recorrer de suspensão, e Neymar deixa seleção hoje

Copa América 2015 – CBF desiste de recorrer de suspensão, e Neymar deixa seleção hoje

Informação é de que a entidade sabia que o presidente da Câmara de Apelação da Conmebol não diminuiria a pena.

Neymar foi suspenso por quatro jogos após confusão em derrota para a Colômbia
Neymar foi suspenso por quatro jogos após confusão em derrota para a Colômbia

.

Neymar está definitivamente fora da Copa América. A CBF decidiu, em conjunto com o atleta, não recorrer da decisão do Tribunal de Disciplina da entidade, que suspendeu o atacante por quatro partidas.

Com isso, ele cumprirá a pena e não poderá mais disputar a competição continental -o Brasil terá no máximo mais três jogos, caso chegue à final- ele cumpriu um contra a Venezuela, nesse domingo (21).

Com isso, ficou acertado que Neymar deixa a delegação nesta segunda-feira (22). A reportagem apurou que a CBF tinha a informação de que Guillermo Saltos, presidente da Câmara de Apelação da Conmebol, não diminuiria a pena -a entidade sonhava que caísse para três partidas, para o camisa 10 jogar uma eventual final. Saltos é o único representante da Câmara em Santiago e decidiria sozinho.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O técnico Dunga disse que a decisão de permanecer ou ficar no elenco, para dar apoio moral, caberia a Neymar, mas sempre a tendência foi de que ele deixaria o grupo para antecipar as férias.

Neymar está no Chile acompanhado de duas pessoas que são funcionários de sua empresa. Seu pai, também Neymar, que sempre o acompanha ficou no Brasil porque operou o joelho e está imobilizado. Neymar pai também está no país para manter contato com seus advogados, já que responderá na Justiça Espanhola processo por causa da venda do filho do Santos ao Barcelona -suspeita-se de fraude nos valores da negociação.

Neymar foi suspenso devido à confusão no jogo contra a Colômbia, na quarta (17), na derrota por 1 a 0. Após o jogo, ele se envolveu em empurra-empurra com Murillo e Bacca e acabou expulso.

Quando o árbitro chileno Enrique Osses voltava ao vestiário, Neymar o esperou e o xingou, o que fez com que o Tribunal de Disciplina da Conmebol optasse por uma pena dura, de quatro jogos.

Daniel Alves, seu parceiro no Barcelona, e Thiago Silva, um dos melhores amigos de Neymar no elenco, defenderam nesse domingo (21), após a vitória de 2 a 1 sobre a Venezuela, que Neymar deveria deixar a delegação caso a pena fosse mantida.

“Seria muito egoísta da nossa parte deixar o Neymar aqui sem poder jogar. Todos somos seres humanos, temos sentimentos. Ficar aqui só prejudicaria ele ao invés de ajudar. Ele não vai poder entrar em campo, vai ficar na ânsia de querer ajudar. É melhor que ele entre de férias, relaxe a cabeça. Para mais para frente voltar a ser o nosso diferencial”, disse o lateral Daniel Alves.

O Brasil volta a campo no sábado (27), contra o Paraguai, pelas quartas de final da Copa América, em Concepción (a 500 km da capital chilena). Nesta segunda (22) os jogadores ganharam folga.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Marcelo Eduardo Freitas

Coluna do Dr. Marcelo Freitas – As dimensões do tempo e a maior do do mundo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Coluna do Dr. …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).