Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Suspeito de matar professora na frente dos alunos em Japonvar é preso

Norte de Minas – Suspeito de matar professora na frente dos alunos em Japonvar é preso

Regiane era muito querida na escola onde trabalhava
Regiane era muito querida na escola onde trabalhava

.

Homem de 28 anos foi detido na zona rural do município no último dia 30 de junho; seu irmão gêmeo, que também é suspeito de participar do crime, foi preso em uma blitz em Brasília de Minas.

Foi preso pela Polícia Civil o homem que é suspeito de assassinar a ex-mulher, uma professora de 27 anos, na frente de seus alunos no dia dos namorados deste ano, na cidade de Japonvar, no Norte de Minas.

O suspeito, de 28 anos, foi detido no último dia 30 de junho na zona rural do município, na região conhecida como Vila São Cristóvão.

Regiane Alves de Almeida foi atingida por três tiros na região do pescoço, logo que desceu de seu carro em frente à escola em que trabalhava, no dia 12 de junho deste ano. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, os investigadores da Delegacia de Brasília de Minas, que cuidava do caso, receberam a informação de que o ex-marido da vítima estaria na região rural e foram até o local para tentar localizá-lo.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Assim que a viatura chegou ao vilarejo o homem ficou sabendo que os policiais procuravam por ele, mas não tentou fugir, sendo detido sem resistência. Ele assumiu que matou o ex-companheira, alegando que era ameaçado pela família da vítima. Em depoimento, o suspeito afirmou que no dia do crime chamou a mulher para conversar e eles acabaram discutindo. Após pedir que ela entrasse no carro e a professora se recusar, o acusado ficou nervoso e atirou nela.

Após cometer o crime o homem teria fugido na companhia de seu irmão gêmeo, que acabou preso no último dia 20 de junho ao ser parado em uma blitz policial na cidade de Brasília de Minas. O suspeito foi encaminhado primeiramente ao Presídio de Januária e, de lá, acabou transferido para a unidade prisional de Montes Claros, todas na mesma região de Japonvar.

Na época do crime, a polícia divulgou que o suspeito e seu irmão gêmeo têm várias passagens pela polícia por tentativa de homicídio e assassinato, tanto eles sendo os autores dos crimes como vítimas. O ex-marido de Regiane é ex-presidiário. Ele ficou detido no Presídio Regional de Montes Claros e solto em abril de 2010, de acordo com registro da Secretária de Estado de Defesa Social (Seds).

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Relembre

Regiane chegava para trabalhar na Escola Municipal São José, no Centro da cidade, por volta das 6h40 (as aulas têm início às 7h), quando acabou baleada e morreu no local. Os estudantes que presenciaram o crime ficaram apavorados, chorando muito, segundo relato de moradores da cidade.

A instituição é a única municipal da cidade, onde estudam cerca de 360 alunos de 5 a 14 anos, cursando do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Regiane lecionava educação religiosa e literatura para o 6º ano. Ela era contratada da prefeitura e estava há cerca de sete anos na instituição.

“Era dedicada, aquela professora humilde, toda a escola gostava dela, nunca teve confusão com ninguém, amiga de todo mundo, simpática e muito comprometida com o serviço”, elogiou a secretária municipal de Educação, Vânia Aparecida Fernandes. As aulas foram suspensas na escola municipal e nas estaduais do município.

A vítima também ministrava um curso de técnico de hospedagem, pela internet, pelo Instituto Federal de Minas Gerais, conforme Vânia. A professora é natural da cidade e morava com os pais. Ela e o suspeito brigavam muito, segundo moradores da cidade. “Está todo mundo chocado”, foi a única frase que uma tia de Regiane conseguiu falar à reportagem.

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).