Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna – Fragmentos Diários (Aumento e também invento)

Coluna – Fragmentos Diários (Aumento e também invento)

A mulher do vereador

Quando eu tinha apenas 07 anos de idade e começava a lapidar meus conhecimentos na escola estadual do bairro de Lourdes, que Deus a tenha, já que o progresso assassinou seu nome antigo e descaracterizou sua rude arquitetura. Nessa época ouvi dizer que mulher de vereador é bicho do capeta, da nós em pingo dágua  fingindo  que trabalha  no gabinete para se e fazer de dona de tudo, como não conhecia nenhum vereador, aliás nem sabia que bicho era, guardei numa caixeta empilhada sobre outras coisas que fica no baú da memória para hoje ver que quem dissera  se referia as tais que a televisão vem mostrando. Primeiro foi a Dona Lucimar esposa do senhor Rodrigo que achou que não tivesse ninguém olhando para passar a mão no “Bolsa família” de pessoas carentes, depois do descoberto ela não pediu desculpas nem foi presa, é claro que manobras existiram de dentro da caixinha de “Pandora”. Agora vem outro escândalo, desta vez do lado do senhor Fabio Neves primo em centésimo grau de Aécio Neves, postar vídeo para defender sua esposa que ganha salário milionário para ficar em casa, o pior é que tem gente que  acha tudo muito certo. Ruy Muniz não quer pronunciar sobre os acontecimentos temendo o velho papo do Banco do Brasil voltar a tona.

Lei Maria da Penha

A lei Maria da Penha comemora 09 anos de existência com meu tio Mario Gil na cadeia, depois de apanhar da mulher com uma panelada  na cabeça ele saiu para a zona e depois de pedir para a meretriz lhe meter o dedo no jiló e não ser atendido agrediu a senhora em pleno horário de serviço. Ninguém da família sabia que ele tinha este gosto esquisito, ele até nega, mas sua voz pedindo enfaticamente  gravado no celular diz ao contrário.

Cerveja e sexo para viver muito

Agda  Fenides , que vive em Espinosa, no estado de Minas Gerais, chegou aos 110 anos no último sábado (1) e revelou seusegredo de longevidade: três cervejas e uma dose de pinga por dia, além de fazer sexo pelo menos 03 vezes por semana com um neto dela – um hábito que ela manteve por sete décadas, sempre renovando os netos. Em entrevista ela explicou que o único sério problema de saúde aconteceu na década de 1930, quando ela foi estuprada por um capanga de Lampião e contraiu gonorréia. Quando se recuperou ouviu do próprio médico uma recomendação que levou pelos anos seguintes: tomar três cervejas por dia. Seu ‘segredinho’ foi revelado pela primeira vez em seu aniversário de 105 anos. No entanto, nestes últimos tempos, a mulher foi obrigada a deixar a ‘tradição’ de lado, pois come muito pouco e seus cuidadores preferem que ela não beba tanto. Quando perguntada se a deixariam beber em sua festa de aniversário, que aconteceu no sábado, ela disse: “É bom que deixem”. Sobre a saúde de Dona Agda, o médico do posto de saúde afirmou que está “fenomenal”. “Ela está totalmente maravilhosa”, garantiu.

Riso da hora

O camarada pergunta para o amigo barrigudo:
-A quanto tempo você não vê seu pinto?
O amigo responde:
-Eu não vejo a muito tempo,mas a sua mãe vê todos os dias.

Fica assim, amanhã tem mais..

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).