Inicio » Últimas » MG – Filho dá 16 facadas e mata mãe idosa

MG – Filho dá 16 facadas e mata mãe idosa

Com uma faca tipo peixeira, um jovem de 26 anos atingiu a própria mãe 16 vezes durante um surto mental, na zona rural de Bugre, na região do Vale do Rio Doce, nessa quarta-feira (26).

MG - Filho dá 16 facadas e mata mãe idosa
MG – Filho dá 16 facadas e mata mãe idosa

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

A vítima, uma idosa de 62 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos pelo corpo e morreu.

Testemunhas informaram à Polícia Militar (PM) que o rapaz estava com uma faca, com cerca de 15 centímetros de lâmina, cortando-se dentro de casa, no Povoado do Livramento. Ele se feriu no pênis e na mama direita.

Quando viu o que o filho estava fazendo, Margarida Senhorinha de Souza interveio, porém, o jovem enfureceu-se e a golpeou. Os dois foram socorridos para unidades de saúde, mas ela faleceu horas depois. Ele passou por uma cirurgia urológica, uma plástica na bolsa escrotal, nessa quarta, e segue em observação estável, no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, na mesma região. Não há previsão de quando ele deixará o hospital.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Assim que receber alta médica, o suspeito será ouvido por um delegado, que deve decretar a sua prisão. “Vamos ter que analisar qual é o grau do distúrbio que ele tem. Se for uma coisa muito grave, a ideia é encaminhá-lo para um hospital psiquiátrico. Agora, caso seja um distúrbio menor, ele poderá responder em cadeia comum mesmo. Para isso, vamos analisar o receituário médico ou até perícia”, explicou Célio Las Casas de Andrade, da Delegacia de Polícia Civil de Iapu, na mesma região. Se as investigações comprovarem um homicídio simples, a pena pode ser de seis a 20 anos.

O corpo de Margarida foi encaminhado para Instituto Médico Legal de Ipatinga e será velado no povoado onde ela morava.

Suspeito adoeceu após morte de vizinho

Conforme um neto de Margarida, o tio era uma pessoa tranquila, mas ele teria apresentado alguns “problemas” nos últimos tempos. “Depois de um ano que um vizinho dele morreu, ele ficou com a mente perturbada”, contou Mateus Martins, 18.

Mãe e filho faziam acompanhamento médico na cidade. “Os dois faziam acompanhamento psiquiátrico aqui há um tempo. Ela era mais presente nas consultas. Mas sempre foram super tranquilos. Buscavam os medicamentos sempre”, contou a técnica em enfermagem, Andréia Mendes, 33, que trabalha no posto de saúde, onde também funciona a Secretaria Municipal de Saúde.

A morte da avó mexeu muito com os parentes. “Minha família está desesperada com este crime”, finalizou Martins.

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).