Inicio » Minas Gerais » MG – Fogo atinge 27 unidades estaduais e federais de conservação em Minas Gerais

MG – Fogo atinge 27 unidades estaduais e federais de conservação em Minas Gerais

O mês de agosto, considerado o mais seco do ano no Sudeste do país, foi implacável para as áreas verdes no Estado. Noventa e oito focos de incêndios atingiram 27 unidades de conservação (UCs) estaduais e federais mineiras, entre parques, estações ecológicas, áreas de proteção ambiental e reservas biológicas.
MG - Fogo atinge 27 unidades estaduais e federais de conservação em Minas Gerais
MG – Fogo atinge 27 unidades estaduais e federais de conservação em Minas Gerais

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Somente no dia 13 não foram registrados incêndios nessas áreas verdes. As piores ocorrências foram em 5 de agosto, com focos de calor em dez unidades. Dois dias depois, nove reservas foram afetadas pelo fogo. Já nos dias 26 e 27, oito ocorrências.

Canastra
Apesar de contar com 39 brigadistas, o Parque Nacional da Serra da Canastra, gerido pela União, foi o mais castigado: 206 ocorrências. Os parques nacionais possuem brigadas de incêndio, mas as outras reservas controladas pelo governo federal não dispõem de equipes de combate às queimadas.
De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as reservas estaduais mais atingidas pelo fogo foram as Áreas de Proteção Ambiental (APAs) Cochá e Gibão (na região Norte); do Rio Uberaba (Triângulo); da Bacia do Rio do Machado (Sul) e do Rio Pandeiros (Norte). Também foram castigadas a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Pedra Bonita (Zona da Mata) e as APAs Sul (Grande BH), Zabelê e Suaçuí; Ribeirão do Urubu e Rio Manso (Central). A Secretaria Estadual de Meio Ambiente havia previsto a contratação de 18 brigadistas para a APA Cochá e Gibão e 12 para a do Rio Pandeiros, mas não foi o suficiente para evitar queimadas criminosas nessas unidades.
.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.
Rola-Moça
Membro da Associação Mineira do Meio Ambiente, o biólogo Francisco Mourão estranhou que a falta oficial de registros este mês no Parque Estadual da Serra do Rola-Moça. “Eu mesmo combati fogo por lá. Só não queimou mais porque a ação foi imediata”.
Pedido de anulação da licença para residencial no Planalto
Pode voltar à estaca zero o processo de licenciamento do Residencial Planalto, no bairro de mesmo nome, na região Norte de BH. O projeto teve a Licença Prévia (LP) aprovada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) em 28 de janeiro. Mas, no mês passado, a Procuradoria-Geral do Município recomendou que todos os atos do processo sejam anulados. A solicitação é para que haja nova reunião para análise de concessão da LP.
“A nossa luta permanece, mas a decisão de anulação e cassação da licença só poderá ocorrer na próxima reunião do Comam, que ainda não foi marcada. É uma vitória expressiva, pois o Comam não tem respaldo para negar a recomendação, que é também do Ministério Público do Meio Ambiente”, ressalta a advogada Ana Cristina Drumond, do Movimento de Associações de Moradores de Belo Horizonte.
Segundo ela, no processo havia nomes diferenciados das construtoras. Além disso, o nome Mata do Planalto foi omitido no Diário Oficial do Município (DOM), prejudicando a ciência dos interessados. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o Ministério Público fez recomendação com relação ao princípio da publicidade.
PONTO A PONTO
Quantidade de focos de incêndio nas unidades de conservação mais castigadas no período de 1° a 31 de agosto de 2015:
Estaduais
Área de Proteção Ambiental Estadual (APAE) Cochá e Gibão: 13
APAE do Rio Uberaba: 9
APAE Bacia do Rio do Machado: 5
Reserva Particular do Patrimônio Natural Fazenda Pedra Bonita: 4
APAE Pandeiros: 4
APAE APA Sul: 3
Federais
Parque Nacional da Serra da Canastra: 206
Área de Proteção Ambiental do Carste de Lagoa Santa: 87
Parque Nacional das Sempre-Vivas: 30
Área de Proteção Ambiental da Serra da Mantiqueira: 16
Reserva Biológica da Mata Escura: 4
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).