Inicio » Economia » Dólar bate R$ 3,81 com dúvidas sobre permanência de Levy na Fazenda

Dólar bate R$ 3,81 com dúvidas sobre permanência de Levy na Fazenda

Dúvidas em torno da permanência do ministro Joaquim Levy à frente da Fazenda levaram o dólar a ultrapassar R$ 3,81 na abertura das negociações nesta quinta-feira (3), mantendo a cotação da moeda no maior patamar em quase 13 anos.

Possível saída de Levy da Fazenda levou dólar a ultrapassar R$ 3,81 Foto: Agência Brasil
Possível saída de Levy da Fazenda levou dólar a ultrapassar R$ 3,81
Foto: Agência Brasil

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Às 10h35 (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, tinha valorização de 1,71% sobre o real, cotado em R$ 3,811 na venda. Por ora, este é o maior valor desde 24 de outubro de 2002, quando valia R$ 3,838 (ou R$ 6,50 hoje, após correção inflacionária). Mais cedo, a moeda chegou a atingir a máxima de R$ 3,815.

Já o dólar comercial, utilizado em transações no comércio exterior, subia 1,38%, para R$ 3,814 -é, por ora, o maior valor desde 29 de outubro de 2002, quando fechou em R$ 3,820 (ou R$ 6,47 hoje). Mais cedo, a cotação chegou até R$ 3,815.
FolhaPress
.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).