Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna de Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna de Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Deram o cano no seu Tiburcio

Segundo seu Tiburcio o artesão da madeira lá do mercadão, lhe compraram uma peça de trezentos reais e “Ò” montaram no porco, caíram no catissé, viraram um peido no mundo. E a pessoa é famosa nestes meios da Secretaria de Cultura

Policia para quem precisa

O tempo passa, o moto-táxi passa, o carro passa, a nuvem passa, a uva é passa, até o trem de passageiros passa na saudade do catrumano. Mas a truculência da ditadura militar não sai da cabeça de alguns policiais. É doloroso saber que somos oprimidos por essa imensidão de impostos para pagar salários destes “homens da lei” e assistir sem ter o que fazer a espetáculos dantescos de covardia e falta de amor ao próximo como ocorrido no feriado de 07 de setembro. Refiro-me  ao episódio bárbaro  cometido  contra a índia que se manifestava durante o “Grito dos Excluidos” se não bastasse um, vieram mais dois, impondo a lei e a ordem interpretada por eles. Na internet muitas pessoas se manifestaram a favor da causa, todavia por infelicidade do desequilíbrio dois mentecaptos que poderiam ter ficado calados, abriram suas bocas malditas;

“Eu achei foi bom, ouvi falar que os índios estão querendo dominar a cidade e quebrar o asfalto para plantarem mandioca, eu não concordo com isso, principalmente porque meu intestino é preso e quando como farinha eu fico empanzinado!” (Zé Guela – Bairro Alcides Rabello)

“Olha eu morro de medo de índio, jamais teria coragem de pintar o rosto e o corpo daquele jeito, e vou falar a verdade o que tem de índia quenga por ai não tá no gibi!” (Carmela de Santana – Monte Carmelo)

“Disseram que eu zombei do povo que vaiava minha postura diante da “coça” que a índia levava por ter apontado a flecha para mim, mas venho a público dizer que não zombei coisa nenhuma eu lembrava era de Paulo Guedes na campanha com aquele “ tá que tá” eu botei com borra nele! Kkkkkkk!”. (Ruy Muniz- Prefeito de Montes Claros)

Chimbinha, Joelma e Zilú

Infelizmente preciso admitir que esta coluna didática e altamente Pedagógica acaba de provocar uma crise na vida do cidadão Cleidivan de Almeida Faria mais conhecido como Chimbinha, guitarrista da banda Calypso. A questão é que o namoro secreto dele com  Zilú, a  ex-mulher  do senhor Mirosmar que prefere ser chamado de Zezé de Camargo, não era para ser divulgado nacionalmente até que os dois tomassem coragem para dizer a Joelma dos galhos que lhe era imposto na testa. Depois que fizemos o flagrante e com exclusividade divulgamos,  a lourinha rouca de saia rodada não aceita o marido nem pintado de ouro. A banda não acabará por isso, segundo os empresários dos dois, existe muito dinheiro envolvido no projeto, mas um guitarrista foi contratado de ultima hora e tudo pode acontecer nas cenas dos próximos capítulos.

Riso da Hora

A enfermeira fala pro médico:
Doutor,um cego quer ver o senhor…
Diz pra ele que eu não faço milagres!

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).