Inicio » Minas Gerais » Centro Oeste de Minas » MG – 7 pessoas são presas em ação contra exploração sexual infantil

MG – 7 pessoas são presas em ação contra exploração sexual infantil


Reviewed by:
Rating:
5
On 16 de setembro de 2015
Last modified:16 de setembro de 2015

Summary:

MG - 7 pessoas são presas em ação contra exploração sexual infantil

Sete (07) pessoas foram presas nesta quarta-feira em Arcos, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, durante a “Operação Babilônia I”, da Polícia Civil.

MG - 7 pessoas são presas em ação contra exploração sexual infantil
MG – 7 pessoas são presas em ação contra exploração sexual infantil

.

Natura

///////////////////////////

.

A ação desmantelou um grupo especializado na exploração sexual de adolescentes, que também agia no tráfico de drogas.

Mais de 30 pessoas, entre clientes e agenciadores, estariam envolvidas, no esquema de prostituição, que envolvia até menores de 14 anos. Segundo o delegado Elmer Flávio, responsável pela operação, a investigação durou um ano.

Foram empenhados 50 policiais de Arcos. A quadrilha fazia books com as adolescentes da cidade e região. Os agenciadores também ofereciam maconha para as meninas. Dentre os presos nesta quarta está o namorado de uma das chefes do esquema. Drogas também foram apreendidas.

A investigação agora continua para identificar e prender mais clientes, agenciadores e outras pessoas envolvidas no esquema. Eles também vão responder por estupro de vulnerável, tráfico de drogas, formação de quadrilha e corrupção de menores.

.

O Boticário

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).