Inicio » Economia » De olho em aumento dos juros nos EUA, dólar bate R$ 3,909

De olho em aumento dos juros nos EUA, dólar bate R$ 3,909

O dólar voltou a subir nesta quinta-feira (17) e alcançou a máxima de R$ 3,909 logo após a abertura dos negócios, refletindo preocupações com a política econômica brasileira e a cautela dos investidores antes da decisão de política monetária do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos).

De olho em aumento dos juros nos EUA, dólar bate R$ 3,909
De olho em aumento dos juros nos EUA, dólar bate R$ 3,909

.

oBoticário

///////////////////////////

.

Às 11h55 (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, tinha valorização de 1,65%, para R$ 3,888 na venda. No mesmo horário, o dólar comercial, utilizado em transações de comércio exterior, avançava 1,43%, para R$ 3,890.

BOLSA

No mercado de ações, o principal índice da Bolsa brasileira operava no vermelho, também refletindo preocupações com a economia brasileira enquanto investidores aguardavam a decisão de política monetária nos Estados Unidos. Às 11h56, o Ibovespa cedia 0,25%, para 48.433 pontos. O volume financeiro girava em torno de R$ 1,7 bilhão.

Da FolhaPress

.

oBoticário

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).