Inicio » Educação » Enem 2016 » Enem 2015 – O top 5 de cada área do conhecimento no Enem 2015

Enem 2015 – O top 5 de cada área do conhecimento no Enem 2015

Baseado em provas anteriores, especialista indica assuntos que podem ser explorados nas quatro áreas do conhecimento
Baseado em provas anteriores, especialista indica assuntos que podem ser explorados nas quatro áreas do conhecimento

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

A pouco mais de um mês das provas do Enem 2015, o Jornal Montes Claros conversou com o professor de física Osvaldo Govone, um especialista no exame.

“As provas do Enem são muito extensas, normalmente o aluno que não está preparado não consegue cumprir o prazo”, disse Govone, que é gerente editorial de provas e vestibulares do Sistema COC de Ensino. O professor orienta os feras a resolverem as provas dos últimos três anos porque, assim, ele vai se acostumar com o estilo da prova.

Baseado nos concursos anteriores, o professor arriscou os assuntos que podem ser explorados nas quatro áreas do conhecimento e traz alguns conselhos específico para responder as 45 questões de cada uma delas.

CIÊNCIAS DA NATUREZA

“A matriz inclui as disciplinas de física, química e biologia, mas não há divisão clara entre elas, pois os assuntos vêm mesclados”, ponderou o professor. O aluno deve ficar atento ao interpretar as tabelas e os gráficos. Temas frequentes nesta área são:

1. Energia (consumo, transformação, circuito elétrico, fontes de energia)
2. Genética
3. Evolução e Ecologia
4. Estequiometria e funções orgânicas
5. Equilíbrio químico e Termoquímica

CIÊNCIAS HUMANAS

Integra as disciplinas de história, geografia, filosofia e sociologia. “Aqui os assuntos também vêm misturados, com ênfase na história contemporânea e história do Brasil”, destaca. Dificilmente história geral, antiga e medieval cai na prova.

1. Movimentos sociais
2. Impacto das tecnologias
3. Relações entre o urbano e o rural
4. Meio ambiente
5. Cidadania

MATEMÁTICA

A prova possui muitas tabelas, gráficos e figuras geométricas para o aluno analisar e interpretar. “O aluno precisa fazer a leitura dessas imagens”, aconselha o professor.

1. Porcentagem
2. Probabilidade
3. Progressão aritmética
4. Funções
5. Cálculo de volume e área

LINGUAGEM E CÓDIGOS

Essa área reúne língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física, tecnologia da informação e comunicação. “O exame mistura muito as normas cultas e popular”, explica.

“O aluno precisa tomar cuidado com a coerência textual, não cair em contradição e desenvolver argumentos sólidos com informações relevantes, para isso, a dica é ficar muito atento com as notícias do cotidiano”, conclui.

1. Gêneros textuais
2. Figuras de linguagem
3. Funções da linguagem
4. Compreensão/interpretação textual
5. Coerência textual (no caso da redação)

REDAÇÃO*

1. Crise migratória na Europa
2. Polêmica dos taxistas contra aplicativo de carona
3. Desigualdades no mundo
4. Mobilidade nos centros urbanos
5. Educação e novas tecnologias

* Govone não acredita que temas relacionados à política nacional sejam abordados este ano.  “Novas configurações das famílias no século XXI” também é uma aposta.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Um a cada cinco jovens mineiros é "nem-nem", que nem trabalha nem estuda

MG – Um a cada cinco jovens mineiros é “nem-nem”, que nem trabalha nem estuda

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. MG – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).