Inicio » Últimas » MG – Avô estupra neta de 1 ano dentro de casa

MG – Avô estupra neta de 1 ano dentro de casa

Homem foi preso; mulher do suspeito foi quem descobriu crime, devido a mudança de comportamento da criança.

MG - Avô estupra neta de 1 ano dentro de casa
MG – Avô estupra neta de 1 ano dentro de casa

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Uma bebê de 1 ano e 9 meses foi estuprada pelo avô dentro da casa dele, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, durante esse fim de semana. A mulher do suspeito foi quem descobriu o crime.

Em relato à Polícia Militar (PM), a avó da menina, de 50 anos, disse que a neta estava em sua casa, no bairro Vila Esperança, e que precisou se ausentar da residência por 15 minutos para buscar um xarope infantil com um vizinho. Quando retornou, notou que a fralda da criança estava bamba.

A menina também estava inquieta e, quando o seu marido, de 49 anos, aproximou-se da neta, ela ficou nervosa e chorou. A mulher fez a menina dormir e mais tarde, manteve relação sexual com o seu companheiro.

.

oBoticário

///////////////////////////

.

Contudo, durante o ato, percebeu que o marido não parava de olhar para a bebê. Ela o questionou, mas ele garantiu não ser nada. Na manhã do dia seguinte, a neta reclamou que estava “dodói”, cruzando as perninhas.

A avó resolveu checar as partes íntimas da menina e percebeu que a vagina estava ferida e ainda sentiu um cheiro característico do seu marido na criança. Ela levou a neta para uma Unidade Pronto-Atendimento e chamou a PM.

Os militares encontraram o suspeito em casa, e ao informarem para ele que foram checar uma denúncia, ele foi logo dizendo que não tinha feito nada com a neta. Desconfiados, os policiais o detiveram e o encaminharam para uma delegacia.

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).