Inicio » Minas Gerais » MG – Sedru reúne vinculadas para traçar estratégias compartilhadas de ação

MG – Sedru reúne vinculadas para traçar estratégias compartilhadas de ação

Copasa, Cohab, Arsae, ARMBH e ARMVA discutem planejamento integrado para otimizar o trabalho do Estado.

O secretário de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana, Tadeu Martins Leite, se reuniu com as vinculadas da Sedru para discutir e planejar ações nas áreas de saneamento, habitação, infraestrutura, regularização fundiária, planejamento urbano e desenvolvimento regional.

Integram o sistema Sedru, as Agências de Desenvolvimento das Regiões Metropolitanas de Belo Horizonte (ARMBH) e do Vale do Aço (ARMVA), a Agência Reguladora dos Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (Arsae), e as Companhias de Habitação (Cohab) e de Saneamento do Estado de Minas Gerais (Copasa).

O secretário de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana, Tadeu Martins Leite, se reuniu com as vinculadas da Sedru para discutir e planejar ações nas áreas de saneamento, habitação, infraestrutura, regularização fundiária, planejamento urbano e desenvolvimento regional.
O secretário de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana, Tadeu Martins Leite, se reuniu com as vinculadas da Sedru para discutir e planejar ações nas áreas de saneamento, habitação, infraestrutura, regularização fundiária, planejamento urbano e desenvolvimento regional.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Durante a reunião, cada órgão apresentou seu planejamento, com o objetivo de articular as ações das vinculadas, que otimizem o trabalho do Estado e traga resultados mais efetivos para as políticas públicas a serem implementadas. “A falta de planejamento e de coordenação da atuação do Estado junto aos municípios já gerou gastos desnecessários de tempo e dinheiro para a máquina pública, por isso vamos traçar estratégias compartilhadas entre as vinculadas para promover mais eficiência na nossa gestão”, explica o secretário Tadeu Martins Leite.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Para a presidente da Copasa, Sinara Meireles, esta integração é muito positiva, já que as vinculadas possuem muitas ações coincidentes além de missões e objetivos comuns. A diretora da ARMBH, Flávia Mourão destacou o desafio que é planejar e gerir as funções públicas de interesse comum, à exemplo do que ocorre na atuação da Agência Metropolitana, em relação aos municípios.

Neste contexto, o primeiro passo já foi dado com a criação do Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI) para elaboração do Plano Estadual de Saneamento que articulou todos os atores estaduais que fazem saneamento no Estado para alinhar as estratégias de planejamento de maneira participativa, e evitar a sobreposição de ações. Nos próximos meses, o GTI vai promover um workshop com a participação destes atores para discutir a metodologia, as políticas e diretrizes mais adequadas para a elaboração do PESB.

A proposta da Sedru é que esta reunião ocorra periodicamente para o acompanhamento de pautas e demandas das empresas, órgãos e autarquias que integram a estrutura da pasta a fim de identificar, planejar, executar e custear ações de maneira integrada, que promovam uma gestão mais eficiente do sistema.

Por Andresa Resende

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).