Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Boatos nas redes sociais atrapalham combate à dengue em Montes Claros

Montes Claros – Boatos nas redes sociais atrapalham combate à dengue em Montes Claros

É falsa a informação de que uniformes de agentes de combate a endemias (que fazem o controle da dengue) foram furtados em Montes Claros para serem utilizados em roubos a residências.

Coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde, Edvaldo Freitas.
Coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde, Edvaldo Freitas.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Quem garante é o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde, Edvaldo Freitas. Ele explica que o boato, que vem circulando nas redes sociais e em programas de compartilhamento de mensagens via celular (WhatsApp), está causando vários transtornos para o combate à dengue na cidade, já que muitos moradores se recusam a deixar os agentes realizarem a verificação das residências.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Edvaldo alerta que, em outros casos, os moradores simplesmente abrem a porta, sem verificar a identidade dos agentes. O coordenador orienta sobre como as pessoas devem agir para evitar os dois perigos: a dengue e os roubos. “Primeiramente, é necessário verificar se o agente está corretamente uniformizado (camisa branca ou amarela com o brasão da Prefeitura, calça cáqui, bota preta e bolsa amarela) e portando crachá. Caso haja alguma dúvida, o morador deve pedir que o agente apresente seu contracheque. Persistindo a dúvida, ele deve ligar para um dos números do CCZ (3229-3369, 3229-3402, 3229-3360 ou 3229-1562) para confirmar a identidade do servidor”, explica.

Edvaldo conclui dizendo que o município possui, hoje, cerca de 200 agentes atuando no combate aos focos do mosquito, e que, segundo o último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), Montes Claros está enquadrada como cidade com médio risco para a transmissão da doença. Por isso, mesmo com a falta de chuvas, os cuidados da população não podem parar.

Confira as dicas para evitar os focos do mosquito:

– Providenciar limpeza periódica e vedamento dos tambores e tanques;
– Limpar semanalmente os ralos e usar tela de malha fina;
– Destinar o lixo para a coleta pública;
– Escoar a água dos pratos e plantas;
– Limpar e drenar calhas, lages e piscinas; e
– Limpar periodicamente os lotes vagos.

Ascom PMMOC

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

MG – Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.MG – Mortes …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).