Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Agentes penitenciários de Januária ajudam família de detento que teve casa incendiada

Norte de Minas – Agentes penitenciários de Januária ajudam família de detento que teve casa incendiada

Um incêndio provocado por um curto circuito destruiu móveis, eletrodomésticos, pertences e parte da estrutura da casa de Aline Brito de Jesus, de 29 anos, em Januária, no Norte de Minas.

Norte de Minas - Agentes penitenciários de Januária ajudam família de detento que teve casa incendiada
Norte de Minas – Agentes penitenciários de Januária ajudam família de detento que teve casa incendiada

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Para uma pessoa pobre, com quatro filhos, sendo dois portadores de deficiência, o acidente já teria a dimensão de uma tragédia pessoal. Para Aline, mais ainda, uma vez que o marido, Rafael Leal Pereira, de 31 anos, está preso. Mas foi justamente do Presídio de Januária que surgiu a solidariedade de que a família precisava. Agentes de segurança penitenciários se mobilizaram em busca de doações de móveis, roupas, calçados, brinquedos e mantimentos.

Para a entrega do material arrecadado, os agentes foram até a casa em que Aline se abrigou com os filhos temporariamente, de favor. O diretor-geral do Presídio de Januária, Adailson Alves, diz que a campanha de arrecadação teve um grande apoio da comunidade.

“Às vezes existe um preconceito com os detentos, mas houve o reconhecimento que se trata de um ser humano como todos nós. Não só ele, mas também a família merece apoio num momento de fragilidade como este”, afirma.

.

oBoticário

///////////////////////////

.

O apoio não se limitou às doações. Os profissionais da área psicossocial do estabelecimento prisional deram assistência à esposa e os filhos de Rafael. Ele está preso há um ano e quatro meses. Atualmente cumpre pena no regime semiaberto e trabalha numa marmoraria da cidade durante o dia. Ele conta que ficou muito assustado e sem saber como recompor a rotina da família.

“Felizmente, a minha esposa e meus filhos escaparam das chamas sem ferimentos graves”, conta Rafael. Gratamente surpreendido com a ajuda dos agentes, da direção do presídio e dos doadores de Januária, ele diz que a família está bem e pronta para superar unida as dificuldades atuais.

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).