Inicio » Últimas » Vôlei – Montes Claros Vôlei não consegue vencer ao Sada Cruzeiro

Vôlei – Montes Claros Vôlei não consegue vencer ao Sada Cruzeiro

O melhor ficou para o final. A partida mais emocionante do Campeonato Mineiro até aqui, aconteceu na tarde do último sábado, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. A torcida fez bonito e empurrou a equipe, que jogou de igual para igual contra o Sada/Cruzeiro, e em vários momentos até melhor, mas, como disse o técnico Marcelinho Ramos, “a gente não esperava ter que enfrentar o Sada e a arbitragem”. Partida decidida do tie-break, com parciais de 25/21, 15/25, 16/25, 25/20 e 15/11.

Vôlei - Montes Claros Vôlei não consegue vencer ao Sada Cruzeiro
VôleiMontes Claros Vôlei não consegue vencer ao Sada Cruzeiro Foto: Fredson Souza

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O Pequi Atômico entrou escalado com o levantador Rodrigo Ribeiro, os centrais Rafael e Milan Celic, os pontas Bob e Renan Purificação (maior pontuador da partida, com 15 marcações), o oposto André Nascimento e o líbero Kachel.

Apesar de o Sada/Cruzeiro ter vencido os segundo e terceiro sets com vantagem considerável, o Montes Claros mostrou que tem força, mesmo desfalcado. O central Thiago Salsa, com a seleção militar, e o levantador Índio, se recuperando de cirurgia, ficaram de fora da partida. Mais uma vez, a inexperiência da arbitragem foi destaque. Com muitos erros, contudo no set desempate, o Moc teve um adversário a mais, contra um time que já é osso duro por si só.

O aguerrimento da equipe norte mineira ficou claro já no primeiro set. O Sada/Cruzeiro começou à frente, chegando a abrir quatro pontos de vantagem. Mas o Montes Claros não se abalou com o início intenso do atual campeão mundial, buscou o resultado e foi para a segunda etapa na vantagem, empurrando a responsabilidade para o adversário.

Os dois sets seguintes foram dominados pelo time da capital, que pouco errava. O Montes Claros se recuperou na quarta erapa com a força do bloqueio, tonificado pelo gringo Celic. À frente no placar desde o início, a torcida fez o “Caldeirão” ferver. A cada ponto, o ponteiro Renan Purificação ia para a galera trazer o público para mais perto, e o time continuava respondendo em quadra. O Sada rodava os atletas para tentar se recompor e voltar à BH com três pontos, mas não conseguiu parar o pique montesclarense.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O set desempate foi quente. Erros de arbitragem revoltaram comissão técnica e jogadores do Moc. Em uma inconsistência de arbitragem que resultou em ponto para o time visitante, jogadores das duas equipes foram cobrar o árbitro. O levantador e capitão do Moc, Rodrigo Ribeiro, foi mais incisivo e levou cartão vermelho, que deu mais um ponto para o Sada, o que acalmou os jogadores da equipe celeste. Os erros não pararam por aí. Quando o Montes Claros estava atrás por dois pontos de diferença (6/8), um ponto claro – e comemorado – para o Pequi Atômico foi convertido para o Sada/Cruzeiro. Ao invés de encostar, o placar se tornou mais elástico, e o Moc não conseguiu se recuperar deste erro.

O treinador do Montes Claros, Marcelinho Ramos, saiu na bronca. E com razão. “Erros de arbitragem não são normais. Quem faz a escala tem que estar um pouco mais atento, principalmente em jogos com equipes participantes da Superliga, que já existe uma certa rivalidade. Tem que colocar árbitros mais experientes, que estão acostumados a apitar a Superliga. Todos os jogos que tivemos aqui, tivemos árbitros inexperientes, o que dá margem para que este tipo de coisa aconteça”.

Mas o treinador não deixou as falhas de arbitragem ofuscarem a boa atuação de seus atletas. “Vocês que nos acompanham sabem do nosso trabalho no dia a dia. A gente sabe que a arbitragem não é profissional, então a gente fica chateado. A gente não precisava, mas merecia este resultado positivo hoje”, completou o técnico.

O Montes Claros assegurou o terceiro lugar da primeira fase do Mineiro, e agora aguarda o duelo final entre Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube para conhecer seu adversário nas semifinais competição. A fase final está marcada para os dias 17 e 18 de outubro, na capital.

Por Cid Bruno

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).