Inicio » Montes Claros » Montes Claros – II Congresso Universitário Internacional “Vidas Áridas”

Montes Claros – II Congresso Universitário Internacional “Vidas Áridas”

O Congresso Universitário Vidas Áridas, marcado para o período de 5 a 7 de novembro no parque de Exposições João Alencar Athayde, em Montes Claros, se elevou à categoria de internacional com a confirmação dos palestrantes PhDs Amaury Tilman, do Canadá, e Guilherme Marques, com formação na área hídrica, na Califórnia, e ainda do doutor Apolo Heringuer Lisboa, com ampla atuação no campo ambiental e hídrico.
Doutor Apolo Heringuer de Lisboa
Doutor Apolo Heringuer de Lisboa

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O que também caracteriza o congresso como internacional, são as discussões que ultrapassam o Brasil, uma temática mundial, ou seja a crise hídrica e sustentabilidade. O professor Joaquim Rodrigues Vieira, um dos coordenadores do congresso, pontua que “O mundo será colocado em evidência em todas as câmaras temáticas, não estaremos abordando um assunto local, restrito, mas abrangente. Congressos são importantes para aqueles que pretendem seguir carreira acadêmica, pois contam pontos para concursos, mestrados e doutorados, com valores que variam entre 0,1 e 6,0 em várias instituições.”

Joaquim Rodrigues continua asseverando que “A segurança que temos em falar que é internacional está ligada à presença dos palestrantes, sendo um internacional e outros dois nacionais, mas com trabalhos e visibilidade internacionais. Os palestrantes confirmaram oficialmente a participação no evento esta semana e um deles, o professor Guilherme Marques, deverá vir a Montes Claros para uma reunião preparatória com a coordenação do congresso.
A elevação a nível internacional aumenta a valorização do evento para efeito de pontuação dos acadêmicos, bem como dos organizadores e professores debatedores e avaliadores. Além disso eles trarão informações importantes de experiências de outros países na gestão dos recursos hídricos. Considerando que nações que possuem muito menos reservas de água que o Brasil, conseguiram equacionar o problema.
O professor Tilmant, antes de ingressar na Université Laval em 2010, trabalhou na UNESCO-IHE, um instituto acadêmico de pós-graduação especializada nos domínios da água e do meio ambiente, e na ETH na Suíça.
Pesquisa
Nos últimos 10 anos, ele adquiriu uma experiência significativa sobre os sistemas internacionais, recursos hídricos, principalmente no Médio Oriente (bacia do rio Eufrates-Tigre) e na África (Zambezi e de Nile bacias hidrográficas). Grande parte do seu trabalho foi realizado em parceria com instituições acadêmicas locais, ONGs, bancos de desenvolvimento e utilitários.
O PhD, Dr. Guilherme Fernandes Marques, que possui doutorado em Engenharia de Recursos Hídricos pela University of California at Davis (2004), mestrado em Hidráulica e Saneamento pela USP (1999) e graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996). Em 2012, desenvolveu pesquisa de pós-doutorado na Université Laval (Canada) sobre otimização dinâmica e dinâmica dual estocástica aplicada a sistemas hidrelétricos. Atualmente é professor Associado do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e colaborador do Núcleo de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos do IPH.
E Apolo Heringer Lisboa, é Doutor em Educação pela FAE/UFMG, área de Conhecimento e Inclusão Social, orientação do professor Luiz Alberto Oliveira Gonçalves, com o título Projeto Manuelzão: uma estratégia de transformação da mentalidade social. Foi baseada numa pesquisa do processo de mobilização e estratégias do Projeto Manuelzão, do qual foi o idealizador e fundador, respectivamente em 1990 e 1997.
O Projeto Manuelzão mobiliza a sociedade para a recuperação hidro-ambiental do Rio das Velhas, MG, através do objetivo específico e operacional da volta do peixe, mas tendo por objetivo geral a transformação da mentalidade cultural na população desta bacia hidrográfica. Graduado em Medicina Humana, em 1967, pela UFMG, possui Mestrado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993), na área de Epidemiologia.
Ambientalista, mobilizador e formulador político, escritor, com livros e artigos de divulgação ampla na área literária, médica e política. Tem experiência e especialização, sentido amplo, em Pneumologia Sanitária, adquirida sobretudo no Hospital Universitário Issad Hassani em Argel, Argélia, em atividades hospitalares e de campo no combate à tuberculose. É especialista em Pneumologia Sanitária e Epidemiologia em cursos na França e Bélgica.
Por Wesley Gonçalves
.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Norte de Minas – Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).