Inicio » Mais Seções » Entretenimento » TV Record deve reduzir salários para evitar demissões

TV Record deve reduzir salários para evitar demissões


Reviewed by:
Rating:
5
On 8 de outubro de 2015
Last modified:8 de outubro de 2015

Summary:

TV Record deve reduzir salários para evitar demissões

A crise financeira do país atingiu a Record. Segundo a coluna “Notícias da TV”, a emissora começou a negociar a redução de salários de seus apresentadores, argumentando que os investimentos publicitários caíram e que, aceitando a redução de seus vencimentos, artistas e jornalistas bem pagos evitarão a demissão de centenas de profissionais assalariados.

TV Record deve reduzir salários para evitar demissões
TV Record deve reduzir salários para evitar demissões

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Segundo uma fonte na cúpula da Record, os percentuais de redução vão variar a cada caso e dependerão da negociação com o apresentador. Ana Hickmann, que voltará a desfilar no Carnaval do Rio após 4 anos, já teria sido a primeira a ser chamada para conversar.

Ainda de acordo com a coluna, ninguém deverá ser poupado. Nem mesmo Xuxa Meneghel, que recebe cerca de R$ 1 milhão – no entanto, parte desse montante seria pago em tempo para publicidade. Os ganhos com merchandising, que também inclui o caso de Rodrigo Faro e chegam a triplicar seu salário fixo, de R$ 700 mil mensais, não serão tocados.

.

O Boticário

///////////////////////////

.

O Recnov, central de estúdios da Record, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, já vive momentos de apreensão. Com o fim da novela bíblica “Os Dez Mandamentos” em novembro, centenas de profissionais podem ser demitidos, já que a produção de novelas passará a ser totalmente terceirizada.

Da Purepeople/MSN

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).